Cidade Comunidade Cultura Educação Nas Bancas

Academia de Letras Rio – Cidade Maravilhosa: 25 anos realizando e difundindo Cultura e Arte

A plateia da Academia de Letras Rio-Cidade Maravilhosa, no edifício sede do Instituto Histórico e Geográfico do Brasil (Fotos: Divulgação / ALRCM)

Nascida de um sonho de professores universitários que, no intervalo das aulas, faziam uma pausa para o cafezinho e conversavam, especialmente, sobre Artes e Beleza, tendo como idealizador-mor e presidente inaugural da Academia, o Prof. José Carlos Ribeiro, a querida instituição nasceu de um sonho comum: produzir e divulgar as Artes e a Beleza! E como “é o sonho que mostra o caminho”, segundo o Prof. Gofredo Telles Júnior, do sonho à realidade: as sessões de sua Fundação e Posses de seus primeiros Acadêmicos foram realizadas no Salão Nobre do Palácio Pedro Ernesto e no auditório do Anexo II, da ABL – Academia Brasileira de Letras, nos dias 16 e 29 de agosto de 1996, respectivamente, no centro do Rio – Cidade Maravilhosa.

A presidente Beatriz Dutra ao lado do presidente de honra José Carlos Ribeiro e ao microfone Maria de Carvalho

Nesses 25 anos de existência, foram inúmeras as realizações culturais. Aqui, neste resumo, apenas algumas delas: a) 67 reuniões acadêmicas com palestras inesquecíveis, como, por exemplo: a de 07/04/2006, “A Verdade da Esperança”, proferida pelo Prof. Dr. Tarcísio Padilha, ex-presidente da Ac. Brasileira de Letras; a de 04/11/2005, “O Sempre Novo e Plural Fernando Pessoa”, pela Profª Drª Marina Gutman Paranhos, acadêmica e Diretora Cultural da Academia; a de 04/04/2014, “Clara dos Anjos e o Subúrbio. Uma Leitura de Lima Barreto”, pelo Prof. Dr. Nelson Rodrigues Filho; a de 06/06/2014, “O Campo de Santana e sua Dimensão Simbólica na Paisagem Carioca”, pelo Historiador e Mestre em Geografia Humanística, Ivo Venerotti; e a de 03/10/2014, “João do Rio e a Belle Époque Carioca”, pelo Prof. Dr. Antonio Edmilson Martins Rodrigues, no “Projeto de Arqueologia Cultural do Rio de Janeiro”, de autoria da Profª Drª Marina Gutman T. Paranhos.

MEMBROS CORRESPONDENTES, MEDALHA, BANDEIRA E HINO

Em 07/06/2013 foi lançada e apresentada a 1ª Revista Literária da Academia de Letras Rio – Cidade Maravilhosa, publicada e editada pela ZMF Editora, em reunião acadêmica realizada no auditório da FALARJ – Federação das Academias de Letras e Artes do Estado do Rio de Janeiro. Em seu percurso houve inúmeros lançamentos e apresentações de livros, inclusive Antologias poéticas Nacionais e Internacionais; houve também incontáveis homenagens aos grandes vultos da Literatura Nacional e Internacional, e músicas, divinas músicas, que embelezam a vida e estão em nossos corações.

Beatriz Dutra com a jornalista e escritora Ana Arruda Callado apresentando seu livro “Lygia, a recordista” – biografia de Lygia Lessa Bastos

A partir de 02 de dezembro de 2011, ao assumirmos a presidência, ampliamos o âmbito de atuação da querida Academia, aumentando, consideravelmente, as posses de Membros Correspondentes em diversos estados brasileiros e no exterior; para que o conteúdo das reuniões acadêmicas não se cingisse aos limites do Auditório da FALARJ. Assim, enviamos esse conteúdo, para conhecimento, por e-mail, aos acadêmicos ausentes, Membros Correspondentes, Academias e amigos. Todos os símbolos acadêmicos (Medalha, Pin, Bandeira e Hino) foram por nós elaborados e sugeridos a sua aprovação ao Presidente de Honra, José Carlos Ribeiro, que com imensa alegria os aprovou. Um agradecimento especial à bela interpretação de Maria de Carvalho, com arranjo e gravação do Maestro Argemiro Spíndola, do referido Hino Acadêmico, cuja música é de autoria de Claudionor Cruz e os versos, eu mesma os escrevi.
Por fim, nosso sincero e profundo agradecimento a todos os integrantes da Academia de Letras Rio – Cidade Maravilhosa, e muito especialmente, à nossa competente Diretoria, assim composta: Diretora Cultural: Profª. Drª. Marina Gutman T. Paranhos; Diretora de Comunicação: Profª. Rosa Melleu e Secretária Geral: Zélia Maria Fernandes. E consoante seu Hino, segue nossa Academia sua gloriosa trilha: “Como o sol resplandecente / de beleza luminosa / Academia de Letras Rio – Cidade Maravilhosa!”.

Escritora e professora Lygia Lessa Bastos tomando posse como Acacêmica Titular da Cadeira nº 29 e a cantora e atriz Adelaide Chiozzo
Maestros Ararypê Silva e Argemiro Spíndola, com a cantora Maria de Carvalho, todos acadêmicos, na posse do maestro Ararypê Silva
Os Membros Correspondentes Lina Malheiros Barcellos e Antonio Francisco Alves Neto, na posse da jornalista e escritora Dulce Tupy
Em 2009, a presidente da Académie Française de Letras Cultures et Arts, Diva Pavesi, palestrando sobre “Os Castelos da França”

Diretoria da ALCRM

Maria Gutman Paranhos, Diretora Cultural da Academia e a Presidente Beatriz Dutra
Maria Zélia Fernandes, Secretária Geral
Rosa Melleu, Diretora de Comunicação

Similar Posts