Cidade Comunidade Meio Ambiente Nas Bancas

Reunião dos pescadores com a Polícia Florestal

O secretário de Agricultura e Pesca, Wellington, o pescador Adelmo e o presidente da Colônia de Pescadores, Matheus (Foto: Dulce Tupy)

No final de junho, realizou-se na Barra Franca, em frente ao Restaurante Sereia da Barra, uma reunião com representantes da 7a UPAM, Unidade da Polícia Ambiental, Marítimo e Fluvial, a Polícia Florestal que fiscaliza e atende as denúncias de crimes ambientais em Saquarema, Maricá, São Gonçalo e outros municípios. Recepcionada pelo secretário municipal de Agricultura e Pesca, Wellington, e pelo presidente da Colônia de Pescadores Z 24, Matheus Souza, a reunião contou com a presença de vários pescadores locais, entre eles o Adelmo, marisqueiro e pescador, que sempre lutou e reivindicou a garantia de um espaço de trabalho nas margens da Lagoa de Saquarema, numa área onde sua própria família sempre trabalhou.

O comandante da 7a UPAM, Tenente Santos, falou da necessária parceria que deve haver entre os policiais e a comunidade pesqueira, para haver um trabalho integrado. A maioria concordou e alguns fizeram perguntas. Também participou da reunião o diretor da Emater-RJ em Saquarema, Dr. Paulo Drude. A secretária da Colônia dos Pescadores, Carine, falou do trabalho de legalização dos pescadores e suas embarcações que ela tem feito em Saquarema e no Rio.
Foi uma reunião produtiva, que contou com o protocolo indicado para a prevenção da Covid: espaço entre as cadeiras, uso de álcool e máscaras. No final, foram distribuídos folhetos da 7a UPAM com os telefones úteis como o Linha Verde, para denúncias de crimes ambientais nos rios, lagoas, lagos, baías e mar: 0300 253 1177. Pelo APP Disque Denúncia RJ, direto pelo celular. Em todos os casos de denúncias o anonimato é garantido.

Similar Posts