Beatriz Dutra: Cultura é Notícia Cidade Comunidade Cultura Educação Nas Bancas

A Orquestra itinerante da Maré e a Alegria

Cultura é Notícia - Beatriz Dutra

Verdade! A ORQUESTRA ITINERANTE DA MARÉ alegra a orla da Zona Sul do Rio, em plena pandemia! Doze instrumentistas do projeto “Caravana da Esperança” tocaram repertório que foi de Mozart a Roberto Carlos e Queen. É o que nos conta a excelente matéria escrita por Carolina Callegari e Pedro Madeira publicada em “O Globo”, de 07.06.2021.

Assim, quem estava nas orlas de Copacabana, Leme, Ipanema e Leblon, naquele 06 de junho passado, notou a presença incomum para a época do ano, de um trio elétrico musical. Era a “Orquestra Maré do Amanhã”.
Com ponto de partida no Posto Seis de Copacabana, a carreta com doze músicos embalou a tarde dos cariocas, com a apresentação de uma hora, dividida em dois sets. Por onde o trio elétrico musical passou, recebeu entusiasmados aplausos do público das calçadas, janelas e praia.

  • “Quando a gente parava nos sinais, dava pra ver a galera cantando nas ruas e nos prédios. Estava muito calor mas valeu a pena. Terminamos com a sensação de ter feito um grande concerto para um grande público” – contou o regente da orquestra, Filipe Kochin.

    De acordo com o fundador da orquestra, Carlos Eduardo Prazeres, o objetivo do projeto “Caravana da Esperança” é realizar uma apresentação por mês, com o intuito de levar música às pessoas, neste momento de pandemia.
  • “Está todo mundo preso em casa. Todo mundo deprimido, triste. O que a gente quer é justamente mostrar” vamos ter fé, colocar uma energia positiva para transformar essa realidade”. Essa é a nossa mensagem” – destaca Prazeres.
    No momento, as apresentações da “Caravana da Esperança” são mensais. Mas há planos de mudanças até o fim do ano. Elas podem passar a ser quinzenais, se uma ideia vingar: a equipe quer circular pela cidade com um trio elétrico maior, passando de 12 para 20 instrumentistas.

    Mas para que o projeto alce voo, é preciso mais do que o incentivo através da Lei Rouanet, único patrocínio atualmente.

    Prazeres afirmou que tem buscado mais apoio para expandir fronteiras, e levar a orquestra não só para outras regiões da cidade do Rio, COMO PARA OUTROS MUNICÍPIOS DO ESTADO.

    E como “sonhar não custa nada”, sonhemos com a “Caravana da Esperança” aqui em Saquarema!… Desfilando e tocando a “música, divina música” para sensibilizar e alegrar nossos corações, nesses dias sombrios, frios e tristes deste tempo de pandemia!…

Similar Posts