Cidade Comunidade Últimas Notícias

Jaconé, o bairro que mais cresce em Saquarema

Vera e Antônio, donos do Sol e Mar, melhor self-service do bairro (Foto: Dulce Tupy)

O bairro de Jaconé, no terceiro distrito de Saquarema, é o que mais cresce no município. Fazendo divisas com os bairros de Ponta Negra, em Maricá, Sampaio Correa, Serra do Mato Grosso e Barra Nova, em Saquarema, tem 11 km de praia, limpa e com ondas fortes, muito pouco frequentada, sendo um ótimo local para a prática de surf e pesca à linha. Na altura da localidade chamada de Manitiba, há inclusive um pico de surf, com ondas gigantes onde campeões do mundo se atrevem a surfar, inclusive o saquaremense Chumbinho e a recordista em Nazaré, Portugal, Maia Gabeira, filha do grande jornalista e ex-deputado Fernando Gabeira, que já esteve por aqui.

A lagoa de 3,6km², com a área dividida com Maricá, é completamente despoluída e consequentemente é o habitat natural de vários tipos de peixes, crustáceos e moluscos, o que atrai inúmeros pescadores. Em suas margens, pode-se encontrar diversas espécies de animais, como jacarés, cobras, capivaras e diversas espécies de aves.

VISITANTE ILUSTRE

O Canal Salgado, construído pelo Sr. Barroso, dono do empreendimento imobiliário que loteou a fazenda, serve de ligação da Lagoa de Jaconé com a Lagoa de Saquarema que desemboca no mar, no centro de Saquarema, junto aos pés da igreja de N. Sra. de Nazareth. Em Manitiba, há um marco simbolizando o local onde teria pernoitado o naturalista Charles Darwin, em sua expedição ao litoral do Rio de Janeiro, em 1932, quando em passagem por Ponta Negra anotou a presença dos “beach rocks” que existem até hoje e fazem parte do Geoparque Costões e Lagunas.
Jaconé possui um DPO da PMERJ, na principal rua do bairro, a Rua 96, um posto de saúde 24h, um posto do Programa Saúde da Família, correio, banco e duas escolas públicas. O bairro tem algumas subdivisões por conta de sua extensão territorial: Manitiba, cortado pelo Canal Salgado, tem uma parte em Jaconé e outra em Barra Nova, Jaconé Velho e Cabanas. Com uma população cada vez mais numerosa, Jaconé tem um crescimento vertiginoso que dá sustentação a um comércio forte com 2 supermercados, farmácias, lojas de roupas moda praia, de artesanato, hortos, sorveterias, padarias, lanchonetes, cabelereiros, barbeiros e outros.

Jaconé também tem pizzarias e alguns restaurantes com serviço de delivery, entre eles o Sol e Mar, com um cardápio saboroso que, além de seu público cativo, atrai cada vez mais turistas e veranistas. E tem ainda uma perola, que é o Museu de Conhecimentos Gerais, dirigido pelo biólogo Carlos Alexandre, com muitas atrações e curiosidades, um espaço para visitação, desde que agendadas antecipadamente. E tem uma ARIE (Área de Relevante Interesse Ecológico), que vem sendo cuidada ao longo dos anos pelo ambientalista Luiz Lopes.

AUTOSSUSTENTÁVEL

Para completar, o bairro dispõe de um Galpão de Reciclagem da Associação dos Catadores de Saquarema, sob a direção da ambientalista Hilma Monteiro, pioneira da Associação de Moradores que ainda existe no local. Com tantos atrativos, não é de estranhar que Jaconé seja o bairro que mais cresce no município, tendo recebido até água da Cedae, captada no Rio Roncador, servindo várias ruas e casas.

O asfaltamento do bairro continua, assim como a construção de pontes para veículos e pedestres, estas no caminho do mar, sobre o Canal Salgado.

Há inúmeras imobiliárias, denotando o crescimento da demanda de casas e apartamentos. Jaconé de noite ferve, como fervia ainda mais nos desfiles dos blocos carnavalescos que agora não acontecem mais. E sobrevive na religiosidade de seus moradores católicos, evangélicos e espíritas, entre outros.

Similar Posts