Empate com o México não tira a chance do Brasil classificar-se

Depois da vitória por 3 x 1 sobre a Croácia, no jogo de abertura da Copa, na segunda partida pelo Grupo A, o Brasil empatou com o México em 0 x 0, deixando alguns torcedores surpresos por acharem que a vitória era certa. Mas o Brasil não jogou o suficiente para vencer, diante da grande atuação do goleiro mexicano Guilhermo Ochoa, eleito o melhor do jogo pela FIFA, com 6 defesas decisivas, principalmente nas cabeçadas de Neymar e Thiago Silva. Segundo a estatística da FIFA, mesmo não tendo uma boa atuação, a Seleção Brasileira fez 38 ataques perigosos e finalizou 14 vezes.

Em relação à partida anterior, a diferença de jogos contra o México é uma defesa inferior à da Croácia, mas seu ataque é superior, com mais improvisação e velocidade. A entrada de Ramires, experimentado no treino e que acabou jogando, mudou muita coisa; isolou Neymar e Fred e deu uma cara defensiva ao time. Tanto que os destaques da Seleção Brasileira foram Luiz Gustavo, Thiago Silva, David Luiz e o goleiro Julio Cesar. De qualquer forma, o empate, em vez da esperada vitória, não afetou o favoritismo do Brasil como forte candidato a uma das 2 vagas que classificará o Brasil para a fase seguinte, a das oitavas de final. Os próximos jogos do Grupo A, decisivos nesta primeira fase, serão realizados no mesmo dia e horário, dia 23 de junho, às 17 horas.

Compartilhe!
Palavras-chave:

Sobre o autor

Marcelo Vignoli escreve sobre esporte para o jornal O Saquá.