Padroeira iluminada em majestosa noite de procissão

Saindo da Igreja Matriz, a imagem percorreu as ruas em andor ricamente ornamentado. (Foto: Agnelo Quintela)

Saindo da Igreja Matriz, a imagem percorreu as ruas em andor ricamente ornamentado. (Foto: Agnelo Quintela)

A imagem de Nossa Senhora de Nazareth saiu de seu santuário na Igreja Matriz para seguir com seus fiéis em procissão pelas principais ruas do centro de Saquarema. Em andor ricamente ornamentado, a imagem de Nossa Senhora de Nazareth na tradicional procissão noturna levou o público presente e os participantes a uma emoção sublime de entrega e adoração à padroeira do município. Anunciada com queima de fogos de artifício, a Festa de Nazareth teve início na alvorada, logo de manhã. A missa de 10h foi celebrada pelo bispo Don Alano. Ao meio-dia realizou-se a missa solene. Durante todo o dia a igreja matriz recebeu uma enorme multidão.

A história do Círio de Nazareth mais antigo do Brasil remete ao ano de 1630. Para lembrar a data foi colocado um outdoor no Morro da Igreja, destacando a importância do evento como patrimônio cultural da cidade. Aliás, um patrimônio imaterial que foi tombado, graças a uma lei, fruto da indicação do vereador Rafael Pinheiro, que tombou também, a Folia de Reis e a Folia do Divino, tradicionais festas religiosas saquaremenses. A ideia do outdoor foi do jornalista Silênio Vignoli, filho dos saudosos Seu Casimiro e da professora Nair, herdeiro desta tradição religiosa. Editor adjunto do jornal O SAQUÁ, Silênio sempre foi um profissional de mídia e sabe a importância de valorizar no município os valores culturais.

A Festa de Nazareth este ano teve o brilhantismo que vem tomando o Círio das Águas, com uma procissão de barcos que foi retomada, depois de muitos anos esquecida e abandonada pela população local. Agora de volta e revigorada, a procissão dos barcos atravessou a lagoa, do Jardim até a Barrinha, com barquinhos enfeitados de azul e branco. Também foi celebrado o Círio das Rodas que veio em carreata de Bacaxá a Saquarema, até o pé da igreja, onde os degraus da escadaria foram marcados pelas bandeiras azuis e vermelhas. A decoração da igreja, desde a porta de entrada até o altar, com destaque para as flores brancas, de várias matizes, foi surpreendente pelo bom gosto e leveza.

Mais uma vez a cidade ficou cheia de barraquinhas nas ruas do centro. O comércio local, principalmente as lojas do calçadão, como a Centopéia, especializada em moda praia e sandálias, teve uma grande visitação, atingindo picos de venda. Farmácias, padarias e supermercados ficaram lotados com os veranistas e romeiros que ocuparam as redondezas da Praia da Vila, no feriadão privilegiado pelos magníficos dias de sol. Foi uma festa em que tudo deu certo. Com uma boa organização dos entes envolvidos: Guarda Municipal, Polícia Militar, Serviço Salvamar, Hospital. Sob as bênçãos de Nossa Senhora de Nazareth.

Clique para ampliar as fotos!

Compartilhe!
Palavras-chave:

Sobre o autor

A equipe do jornal O Saquá é formada por diversos jornalistas.