Encontro Estadual reúne jornalistas de 18 municípios fluminenses

No final do Encontro, foi aprovada a “Carta de Niterói” com vários pontos, entre eles a defesa da exigência do diploma universitário para o exercício da profissão. (Foto: Edimilson Soares)

No final do Encontro, foi aprovada a “Carta de Niterói” com vários pontos, entre eles a defesa da exigência do diploma universitário para o exercício da profissão. (Foto: Edimilson Soares)

Por: Fernando Paulino

Controlar, de forma transparente e democrática, a liberação de verbas públicas para veículos de comunicação social do Estado passou a ser uma nova bandeira de luta dos jornalistas fluminenses. Proposta neste sentido foi aprovada no II Encontro Estadual dos Jornalistas em Assessoria de Comunicação Social, realizado na Câmara dos Vereadores de Niterói. A deliberação aprovada lembra que as verbas públicas são uma das principais fontes de financiamento dos veículos de Comunicação Social do país, daí a necessidade de uma regulação das normas de distribuição de verbas públicas para publicidade, de modo que seja exigido o respeito aos direitos trabalhistas dos jornalistas dos veículos que solicitam anúncios oriundos de verbas públicas. A matéria agora será encaminhada à Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (ALERJ) e às Câmaras Municipais, com o objetivo de ser transformada em projeto de lei.

O Encontro Estadual foi o maior fórum organizado pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Rio de Janeiro nos últimos anos, reunindo cerca de 150 pessoas, entre estudantes, professores, profissionais de Comunicação, além de pessoas de outras categorias profissionais interessadas na questão de mídia. Ao todo, estiveram representados no evento 18 municípios fluminenses. O Encontro aprovou também a formação de um Grupo de Trabalho reunindo estudantes, professores e profissionais de Comunicação, com o objetivo de trocar informações, lutar pela melhoria dos cursos de Comunicação, estruturar a campanha de pré-sindicalização e acompanhar as atividades sindicais.

Entre as moções aprovadas na plenária final do Encontro, consta o apoio ao projeto que cria o Conselho Estadual de Comunicação, apresentado pelo deputado estadual Paulo Ramos, do PDT, em tramitação na ALERJ. O jornalista Assueres Barbosa, de São Gonçalo, que está completando 50 anos de atividades profissionais, recebeu uma moção especial de congratulação.

XVIII ENJAC

O II Encontro escolheu a delegação do Estado do Rio que participará do Encontro Nacional dos Jornalistas em Assessoria de Comunicação (ENJAC), marcado para outubro, em Natal, Rio Grande do Norte.

Os delegados eleitos como titulares são: Continentino Porto, Fernando Paulino, Mário de Sousa (os três de Niterói) e Dulce Tupy, de Saquarema. Como delegados suplentes, foram indicados Osvaldo Maneschy, de Niterói, e Evaldo Nascimento, de Silva Jardim. Os estudantes serão representados por Joseana Ramos, de Volta Redonda, titular, e Clarissa Nogueira Couto, de Niterói, suplente. A Carta de Niterói, aprovada na plenária final, foi redigida por Márcio Kerbel, da Assessoria de Imprensa Sedes/Rio; Michele Maria, assessora de Comunicação da Secretaria de Educação de Araruama; Dulce Tupy, assessora de Comunicação do Comitê de Bacia Lagos São João, Hélio Araújo, assessor de Imprensa da Escola do Legislativo da ALERJ, e Evaldo Nascimento, assessor da Prefeitura Municipal de Silva Jardim e delegado regional do Sindicato dos Jornalistas do Estado na Região Leste.

Com o foco nas assessorias de comunicação

Por: Dulce Tupy

O II Encontro Estadual de Assessores de Comunicação teve como tema “A liberdade de expressão e o jornalismo nas assessorias de comunicação”. A primeira mesa de debate foi sobre “O ensino de Jornalismo”. Mediada pelo jornalista e professor do Centro Universitário Barra Mansa, Álvaro Britto, a mesa teve participação de Flávia Clemente, da UFF, Sarah Nery, da Universo, Leticia Matheus, da Unipli, e Elida Vaz, da Estácio de Sá e Karen Calixto, da Cândido Mendes. O segundo painel, coordenado pelo diretor de Comunicação Social da Prefeitura de Niterói, Mário Sousa, trouxe o tema “Assessoria de Comunicação, pública e privada”, com Marcos Paulo Ramos, da Petrobras, Vinicius Martins, da Câmara de Vereadores de Niterói, Cláudio Monteiro, do site Brasil Já e Andreia Gorito, assessora de comunicação da prefeitura de Cabo Frio.

O último painel, coordenado pelo jornalista e escritor Continentino Porto, com o tema “Assessoria nas áreas: Política, Sindical, Comunitária e Mídias Sociais”, teve como debatedores Fátima Lacerda, do Sindipetro, Marcos Gomes, da Rádio Nacional, Marco Aurélio Carvalho, da AM4 Internet e Paula Mairan, assessora parlamentar. Após o encerramento, houve um coquetel na Praia de São Francisco e, no dia seguinte, um passeio pelos principais pontos turísticos de Niterói. Promovido pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio de Janeiro, o II Encontro que teve na abertura a presença do presidente do sindicato, Ernesto Viana. Foi um encontro preparatório do Encontro Nacional de Jornalistas em Assesssorias de Comunicação”, que vai ser realizar em outubro.

Compartilhe!
Palavras-chave:

Sobre o autor

O jornal O Saquá tem diversos jornalistas e autores que colaboram com seus textos.