Cidade Comunidade Cultura Educação Meio Ambiente Últimas Notícias

Colônia de Pescadores se reúne com representantes da Secretaria de Agricultura e Pesca de Itaguaí

Membros da Secretaria de Agricultura e Pesca de Itaguaí que veio em busca de experiência e respostas

A Colônia de Pescadores Z-24, de Saquarema, se reuniu com representantes da pesca de Itaguaí: Manoel Geraldo, diretor de Planejamento e Meio Ambiente, Gabriel Manhone Periard, diretor de Pesca e os assessores de Pesca Douglas Guerra e João Victor Martins Wolfgramm. A visitak foi específica para troca de experiências entre o setor pesqueiro nos dois municípios. Representando a Colônia dos Pescadores e a Secretaria de Agricultura e Pesca, Carine Rodrigues de Souza e Silvia Adriana de Gouveia fizeram relatos e prestaram esclarecimentos.

Outros pescadores também estiveram presentes, como Adelmo da Barrinha, o casal de pescadores de Barra Nova Dona Eidir e Evaristo, Bingo e outros. Carine falou da Estatística Pesqueira feita pela Fiperj, do Governo do Estado, que agora contempla a pesca artesanal. O diretor de Pesca de Itaguaí, Gabriel Periard, fala da reestruturação que estão fazendo, inclusive a reativação do Conselho Municipal de Meio Ambiente e do Conselho de Agricultura e Pesca, mais ou menos o que também está acontecendo em Saquarema, segundo informe da Silvia que confirma a reativação do Conselho de Agricultura e Pesca local.

PARCERIA COM A EMATER

Os saquaremenses reconhecem que foi essencial a ajuda do Pronaf (Programa Nacional de Fomento) na aquisição de barcos, com a ajuda da EMATER, e a importância de ter uma carteira do Ministério da Marinha, a Carteira POP, da Diretoria dos Portos e Costas que qualificam o pescador profissional para pilotar embarcação, assim como a Declaração de Aptidão do Pronaf. Carine conta que a Emater sempre foi parceira da Colônia, inclusive colaborando na elaboração do Projeto de Seleção da Petrobras no Curso de Beneficiamento do Pescado, no projeto Pescador Seguro, projeto de Educação Ambiental e no jantar para a equipe da Petrobras realizado na sede da Colônia.

A Petrobras também viabilizou uma sala de aula e, na seleção pública viabilizou a publicação de um livro de culinária de pesca, em parceria com a Prefeitura Municipal de Saquarema. Carine também ressaltou a tradição da Colônia dos Pescadores que existe desde 1936. Mas reconheceu a importância de se trocar experiências, porque a realidade da pesca é diferente em cada município. “A portaria da arte da pesca, da troia, é permitida em São Pedro da Aldeia e aqui não!”, exemplifica Carine.

PARCERIA COM A PETROBRAS

“Em Itaguaí, o problema são as empresas; a pesca industrial atropela a artesanal”, revela o grupo visitante. E Carine continua mostrando a realidade local. “Aqui temos mais ou menos 400 pescadores ativos”. E destaca a construção do Gasoduto Rota 3, que está sendo feito desde 2016, em Jaconé, próximo a Ponta Negra, no município de Maricá, com influência na pesca de Saquarema. Como compensação, a Petrobras construiu uma estação de rádio, com uma repetidora no Morro da Cruz e com ligação com a Defesa Civil 24 horas.

Silvia, da Secretaria de Agricultura e Pesca, falou do “laboratório aberto de cultivo de mudas” em Sampaio Corrêa, que já recebeu 640 visitantes, e onde foram doadas cerca de 900 mudas no mês do meio ambiente. Informou também que está sendo reativado o Conselho Municipal de Agricultura e Pesca, além da Clínica Animal, feita em parceria com a Secretaria de Saúde, com dois veterinários diariamente.

O casal de pescadores Eidir e Evaristo, de Barra Nova

Similar Posts