Oberdan Magalhães expõe em galeria no Rio

Oberdan Magalhães é um pintor “naif” de alta qualidade com quadros no Brasil e no Exterior

Oberdan Magalhães é um pintor “naif” de alta qualidade com quadros no Brasil e no Exterior

O artista plástico Oberdan Magalhães estará expondo no Clube de Engenharia, no Rio de Janeiro, quadros com o tema “Caboclos Brasileiros”. A exposição ficará aberta ao público de 19 a 23 de maio, das 11 às 18h, na Avenida Rio Branco 124, no centro do Rio.
Pintor autodidata, contemporâneo do escritor e crítico de arte Walmir Ayala, Oberdan tem quadros espalhados em mais de 100 países. Aos 17 anos, Oberdan começou a pintar suas telas, com traços simples e cores fortes, retratando o povo e o mundo a sua volta. Hoje produz profissionalmente faixas, placas, banners e painés, em sua casa/oficina em Bacaxá e tem a pesca como hobby.
No Museu Internacional de Arte Naif do Brasil (MIAN), 3 obras do saquaremense Oberdan Magalhães fazem parte do acervo: Pescador de Saquarema , Pescando no rio e Festa Junina. Considerado um dos grandes pintores “primitivos”, Oberdan Magalhães expôs na Galeria de Jean Jacques, no Rio de Janeiro, indicado por Walmir Ayala, que tecia comentários e elogios sobre suas telas a óleo e o considerava o mais importante pintor de “arte naif” – ou primitiva – da Região dos Lagos. Em 2001, Oberdan recebeu Moção de Aplausos da Câmara Municipal de Saquarema.

Compartilhe!
Palavras-chave:

Sobre o autor

A equipe do jornal O Saquá é formada por diversos jornalistas.