Lançada a campanha ambiental: “Defenda as Espécies Ameaçadas”

Formigueiro-do-litoral, o popular com-com, ameaçado de extinção. (Foto: Luiz Freire / ONG Pingo D’água)

Formigueiro-do-litoral, o popular com-com, ameaçado de extinção. (Foto: Luiz Freire / ONG Pingo D’água)

Lançada pela secretaria de estado do Ambiente, esta é uma campanha pela conservação de 10 espécies da fauna, que são apontadas como as mais ameaçadas de extinção no território fluminense, sendo a maioria originária da Mata Atlântica, que tem biodiversidade abundante, mas é um bioma esmagado pelas ações predatórias, como o desmatamento e a caça ilegal. As 10 espécies selecionadas para esta campanha foram o formigueiro-do-litoral, o boto-cinza, o cágado-do-paraíba, o lagarto-branco-da-praia, o mico-leão-dourado, o muriqui, a preguiça-de-coleira, o surubim-do-paraíba, o tatu-canastra e a jacutinga. O secretário do Ambiente, Carlos Minc disse que “Conhecer é a melhor maneira de preservar. Divulgar a lista dos animais em perigo é o primeiro passo para que a sociedade se envolva em iniciativas de conservação das espécies. A campanha tem também o objetivo de despertar na sociedade e no poder público a necessidade da elaboração de políticas de proteção à biodiversidade”.

Em nossa região, o pássaro formigueiro-do-litoral, conhecido também como com-com ou conconha e o lagarto-branco-da-praia (ou lagartixa da praia), ficam como representantes de tantas outras espécies, que estão ameaçadas, mas que não entraram na lista, como a borboleta-da-praia, encontrada somente em algumas restingas. Constata-se então o grande valor de iniciativas como o Parque Estadual da Costa do Sol, que abrange 6 municípios da Região dos Lagos e tem o intuito de preservar o ecossistema, principalmente contra a especulação imobiliária, grave problema local.

A campanha “Defenda as Espécies Ameaçadas – Abrace essas Dez”!, vai promover divulgação, conscientização e educação ambiental em todos os municípios do estado, mobilizando estudantes, pesquisadores e a sociedade em geral, que precisa de muitas campanhas como essa para entender e respeitar o meio ambiente.

Compartilhe!
Palavras-chave:

Sobre o autor

Alessandra Calazans é jornalista.