Dia Rosa é comemorado em Saquarema

Dia Rosa

Cléia e Dr. Amílcar, pais do Dr. Leonardo, entre a prefeita Franciane Motta e a vereadora Taeta, no Dia Rosa, comemorado no Teatro Municipal Mário Lago. Foto: Edimilson Soares.

Com a Igreja de Nossa Senhora de Nazareth iluminada de rosa, com tons de lilás, as cores que representam as mulheres, desde 1910, quando foi instituído o Dia Internacional da Mulher, e com entrada da Prefeitura decorada com um símbolo da saúde da mesma cor, Saquarema não deixou passar em branco o dia 20 de outubro, dedicado à conscientização de mulheres e homens para a prevenção do câncer de mama. A prefeita Franciane Motta se posicionou à frente da campanha, que teve o seu ponto alto numa cerimônia realizada no Teatro Municipal Mario Lago, que lotou o espaço e foi marcado por momentos de grande emoção.

Filho do vice-prefeito e secretário municipal de saúde, Dr. Amílcar, o jovem mastologista Dr. Leonardo Ferreira fez uma palestra sobre os principais aspectos da doença, fatores de risco e prevenção, alertando para os altos índices de câncer nas regiões Sul e Sudeste do país, devido à ocorrência cada vez maior da obesidade, tabagismo e estresse do dia a dia. Dr. Leonardo também lembrou que é fundamental a realização do autoexame das mamas e da mamografia, de 2 em 2 anos para mulheres com mais de 40 anos, um direito garantido na rede pública de saúde, havendo no município um aparelho de mamografia instalado na Policlínica Municipal, em Bacaxá.

Em seguida, a plateia fez uma série de perguntas e várias mulheres relataram suas experiências no enfrentamento da doença. Ao final do evento, a prefeita Franciane Motta convocou todas as mulheres a se engajaram nesta campanha esclarecedora tanto para as mulheres como também para homens, pois o câncer de mama pode atingir a todos, indiscriminadamente.
“O importante é a prevenção e a vontade de viver”, disse a prefeita Franciane. “Ser mulher é maravilhoso, mas temos que nos prevenir sempre”, concluiu.

Um outubro rosa

O Dia Rosa foi comemorado pela terceira vez no Brasil, onde mais de 30 mulheres morrem de câncer de mama todo dia. No mundo, uma mulher morre por causa da doença a cada 68 segundos. No entanto, o câncer de mama pode ter até 95 % de chances de cura, se houver investimento, pois o suporte financeiro para a saúde em doenças não comunicáveis como câncer, diabetes, doenças cardiovasculares e pulmonares é de apenas 0.9% em todo o mundo.

Para 2011, estão previstos 49 mil novos casos de câncer de mama no Brasil. Destes, milhares resultarão em mortes que poderiam ser evitadas, através de exames de prevenção. O Dia Rosa, promovido pelo Movimento Outubro Rosa, que é uma ação mundial em prol da conscientização sobre a importância da detecção precoce do câncer da mama, tem um lema: “Sem investimento, o câncer de mama não tem tratamento”. Várias ações foram feitas pela Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (FEMAMA), incluindo a iluminação em rosa do Cristo Redentor, no Rio.

O Saquá 127 – Novembro/2010

Matéria publicada na edição de novembro de 2010 do jornal O Saquá (edição 127)

Compartilhe!

Sobre o autor

A equipe do jornal O Saquá é formada por diversos jornalistas.