Conferência Estadual de Saúde Ambiental

O ministro das Cidades, Marcio Fortes, o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, e o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, durante I Conferência Estadual de Saúde Ambiental. Foto: Rodrigo Nunes/MCidades.

Logo Conferência de Saúde AmbientalRealizou-se na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) a 1ª Conferência Estadual de Saúde Ambiental, preparatória da Conferência Nacional de Saúde Ambiental que vai se realizar em novembro, em Brasília. Na abertura, 3 ministros estiveram presentes: o da Saúde, José Gomes Temporão, o do Meio Ambiente, Carlos Minc e o das Cidades, Márcio Fortes, além dos deputados federais Chico d’Angelo e Cida Diogo, da secretária estadual do Ambiente, Marilene Ramos, do reitor da UERJ, Ricardo Vieira Alves, do prefeito de Tanguá e presidente do Conleste, Carlos Pereira, entre outras autoridades.

O Estado do Rio de Janeiro realizou 10 conferências regionais, com a participação de aproximadamente 4.000 delegados, de 89 municípios. Em seu discurso, o ministro das cidades, Márcio Fortes destacou o investimento de 4 bilhões e 300 milhões de reais destinados ao Rio, para saneamento e despoluição (água, esgoto, drenagem e resíduos sólidos).

“A Lei do Saneamento levou 10 anos para ser aprovada e passou por unanimidade no Senado e com aclamação da Câmara”, disse o ministro Márcio Fortes, que também ressaltou a importância dos consórcios intermunicipais na solução dos problemas urbanos, principalmente no momento em que estamos vivendo o biênio brasileiro do saneamento (2009-2010).

Já o ministro Carlos Minc, falou que a principal causa da mortalidade infantil em nosso país ainda é devido à água.

“Saneamento é vida”, destacou o ministro Carlos Minc, que também falou da necessidade de elaborar a Agenda 21 em cada município. E, finalmente, Minc falou da campanha “Saco é um saco”, que acabou de lançar nacionalmente, pois hoje milhares de sacolas de plástico são jogadas no lixo, nos rios, nas praias e no meio ambiente, provocando uma enorme poluição.

Vários delegados da Região dos Lagos, inclusive 5 delegados de Saquarema, participaram da conferência que durou 3 dias, no Rio de Janeiro.

Capinha O Saquá 114Matéria publicada na edição de novembro
de 2009 do jornal O Saquá (edição 114)

Compartilhe!

Sobre o autor

A equipe do jornal O Saquá é formada por diversos jornalistas.