Seminário do INEPAC Patrimônio Imaterial

A fantasia dos clóvis (ou bate-bola) é reconhecida pelas máscaras; elas são manifestações típicas carnavalescas do subúrbio carioca

O Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (INEPAC) promoveu o “I Seminário de Patrimônio Imaterial”, no auditório da Biblioteca Parque Estadual, no Centro do Rio. Vinculado à Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, o INEPAC acaba de constituir uma Comissão Fluminense, resultado de anos de luta e reivindicações.

Para celebrar, o INEPAC promoveu o Seminário que culminou com uma palestra, seguida de uma apresentação de clóvis e bate-bolas (fantasia inspirada nos antigos Clows ingleses), além da exposição de bonecos “Toy Art Mascarados / Série Bate-Bolas Pirulito”. Com empenho do diretor geral, Claudio Prado de Mello, o Seminário teve como destaque a palestra de Affonso Furtado, membro do Conselho Estadual de Cultura, sobre Folias de Reis no Rio de Janeiro, que teve participação de vários mestres locais, entre eles Rui Reis da Folia Estrela do Oriente, de Bento Ribeiro.

Também palestraram Leon Araújo, sobre “A implantação dos Procedimentos da Política Estadual do Patrimônio Cultural Imaterial no RJ”, Sandro Capadócia, sobre “As celebrações do dia de São Jorge” e João Carlos Nara, sobre “A história do fidalgo que trouxe ao Brasil a devoção a Santa Rita”, lançando também seu livro “O Rio de Janeiro entre conquistadores e comerciantes”.

Be Sociable, Share!
Palavras-chave:

Sobre o autor

A equipe do jornal O Saquá é formada por diversos jornalistas.