2020: Novos 366 dias estão aí…

Cultura é Notícia - Beatriz Dutra

Abandonar os sonhos / é imobilizar as asas / e tornar-se / cotidianamente rasteiro. // Escrevi. Sim, porque “o sonho é a salvação do homem.” (Lygia Fagundes Telles). Se não sonharmos, nossa existência será rasteira. E sonhar é idealizar, planejar e abrir as asas em busca de uma vida qualitativa e plena, onde as realizações e a felicidade tenham lugar de destaque. Novos 366 dias (sim… o ano é bissexto) estão aí… e muito, muito do que poderemos realizar e sermos felizes, está em nossas mãos… A habilidade toda consiste em harmonizar razão, emoção, fé, imaginação e… persistência. Fácil não é, mas é possível! Sem dúvida, um imenso desafio, mas o Homem se mede diante dos obstáculos… E serão inúmeros os obstáculos que teremos pela frente. A vida está cada vez mais difícil e corrida mas nem por isso deixa de ser bela. E não devemos deixar a beleza da vida passar em vão… Beleza que muitas vezes pode estar na sutileza, que, pela correria em que vivemos, muitas vezes não a percebemos… Estarmos com as “antenas” aguçadas, seja onde for, parece ser um imperativo, para que possamos ver, no caminho de pedras, uma flor… Sim, porque a beleza pode estar na sutileza, e Deus e a Poesia estão no sublime… E convém sempre percebê-los…
Além de tudo isso, precisamos estar voltados à necessidade cada vez maior, de sermos capazes de olhar o próximo e atendê-lo, sempre que possível, em suas necessidades… “Quem de dentro de si não sai / vai morrer sem amar ninguém”… (Vinicius de Moraes). E também aumentarmos a nossa capacidade de tolerância, ao convivermos com a diversidade… E ainda estarmos atentos para aumentar a nossa paciência…”A vida é a arte da aprendizagem da paciência…” (Nélida Piñon).

Como veem, “gostar de viver dói”… (Clarice Lispector). Dói a dor dos desencantos, dos desenganos, das desilusões… Mas vale a pena!… E como vale!… E, sobretudo, se alcançarmos as graças de aprendermos a amar e a perdoar… Porque se as alcançarmos, certamente teremos conseguido obter, já nesta vida, o sonhado Paraíso!…
Feliz 2020, leitores! Feliz 2020!… São os nossos mais sinceros votos!…

Be Sociable, Share!
Palavras-chave:

Sobre o autor

Beatriz Dutra é poeta, “Cidadã Saquaremense” e membro da Academia de Letras Rio – Cidade Maravilhosa.