Balaio Cigano no Teatro Mário Lago

A graciosidade das bailarinas ciganas foi muito aplaudida no espetáculo (foto: Divulgação: Espaço Arte e Dança)

Uma noite de puro encanto e magia, foi o que se viu no palco do Teatro Mário Lago. Na noite fria de Saquarema, o clima do espetáculo trouxe uma atmosfera de emoções, com envolvente iluminação de Diana Cruz, acompanhada de seu pai Eduardo Cruz, que lhe ensinou o caminho das pedras… Com uma trilha sonora de primeira linha, com músicas escolhidas entre o que melhor existe em ritmos variados, as horas passaram sem que se houvesse notado, tão lindo foi!

As alunas do Espaço Arte e Dança, que fica no Porto da Roça, deram um show! Adriana Bonelli, Elaine e Geovana Lessa, Cleib Jesus, Janaina Costa, Lana e Lysette Curvello, Maria Vitória, Mary Chagas, Thaiz Flor e Viviane Roqueira estavam impecáveis, tanto no figurino, como na dança. Algumas saias feitas pela costureira Dona Amélia só realçaram a elegância. A diretora do curso de dança e do show é a delicada Heloisa Helena que, com o apoio da astróloga e numerologista Norma Estrela, trouxe beleza, inovação e harmonia para o palco.

Aos tradicionais ritmos ciganos, juntou-se o rock e até o baião! A tradicional dança cigana, de origem oriental, com suas matizes (dança cigana espanhola, cigana com leque, cigana árabe, e outras), se mezclou com um clássico de Luiz Gonzaga, o rei do baião, na divertida “Forró em Moscou”. A roqueira fazendo dança do ventre foi empolgante. E o conjunto como um todo, incluindo o solo do casal que veio de Niterói para agregar beleza ao espetáculo, foi uma maravilha. Um show inesquecível! Pena que passou tão rápido e poucos na cidade tiveram a oportunidade de ver. O grupo bem merecia uma temporada inteira…

Compartilhe!
Palavras-chave:

Sobre o autor

A equipe do jornal O Saquá é formada por diversos jornalistas.