O mês da luta das mulheres

No Movimento Negro Unificado (MNU) temos uma frase que simboliza em muito o que fizemos recentemente, em Cabo Frio, protestando pela morte do jovem Pedro Gonzaga, de 19 anos, brutalmente assassinado por um segurança do supermercado Extra, na Barra da Tijuca, no Rio: “A casa grande pira quando a senzala se une”. O significado de um simples protesto, que consegue reunir rapidamente negras e negros de várias partes da Região dos Lagos, em meio ao caos político, institucional e social do país, ultrapassa os limites aparentes e funciona como elemento rearticulador para quem deseja gritar por seus direitos.

O tempo da carochinha, de pessoas amedrontadas e amestradas por agressão e violência generalizada, passou! Vivemos a era das mídias sociais e sua velocidade acachapante. Vivemos o tempo em que podemos dizer aos racistas que nós sabemos o que estão fazendo conosco nos supermercados, lojas de departamentos, agências bancárias, estabelecimentos comerciais, ruas, beco e vielas.

É RACISMO!

Sabemos que o Estado brasileiro tem sido negligente e conivente em suas relações institucionais de acoitamento silencioso, juridicamente acobertado e de proteção aos assassinos de nossa juventude, de nosso povo negro. O ato em Cabo Frio provocou a união das mulheres para a construção coletiva de ações regionais desenvolvidas de forma itinerante pelos diversos municípios da Região dos Lagos, a partir do mês de março, pelos 21 dias de ativismo contra o racismo, de 1 a 21 de março de 2019.

A primeira atividade será em Saquarema, na Associação de Moradores do Guarani, Estrada de Jacarepiá, s/nº, Campo do Guarani, 17 de março, às 9h com café da manhã, seguido de roda de conversa e programação cultural. Após a atividade no Guarani, haverá uma feijoada de confraternização na Toca dos Amigos, Av. Saquarema, 2751, Porto da Roça, organizada de forma colaborativa pelas mulheres dos diversos municípios.

REAJA À VIOLÊNCIA RACIAL; UNA-SE À NOSSA LUTA! PARTICIPE DAS AÇÕES DOS 21 DIAS DE ATIVISMO CONTRA O RACISMO NA REGIÃO DOS LAGOS!

(Participou Margareth Ferreira, Coordenadora Estadual de Comunicação do Movimento Negro Unificado-RJ e Cris Brasil, presidenta da Associação dos Moradores do Guarani.

Compartilhe!
Palavras-chave:

Sobre o autor

A equipe do jornal O Saquá é formada por diversos jornalistas.