Novamente Natal

Cultura é Notícia - Beatriz Dutra

E novamente Dezembro chegou, novamente o NATAL, com sua aura de encanto e religiosidade… Mais um ano vai findar e a sensação de que 2018 voou!… Foram-se a Copa do Mundo e as Eleições… Emoções tantas, umas poucas alegrias, decepções… Mas a esperança de melhores dias não pode morrer… não pode. Porque antes do ano findar, definitivamente, haverá o NATAL!… “O burro e o boi-à manjedoura – como quando os bichos falavam e os homens se calavam”, escreveu Guimarães Rosa. NATAL… Festa do amor, da harmonia, do agradecimento ao Deus-Menino por estar renascendo e abençoando os nossos dias!… Fica, Menino!… Fica entre nós e nos nossos corações…nas cidades, nos países, no Mundo tão caótico… porque é preciso reensinar a amar… a amar… a amarmos uns aos outros… São tantas as diversões, os prazeres e as tecnologias que os seres humanos agarrados aos seus celulares desprezam a vida real e deixam de olhar e sentir o seu próximo, seus amigos e até mesmo os seus familiares… Muitos de nós estamos preferindo a vida virtual deixando de lado a vida real, dura e muitas vezes massacrante… Quase não tem havido tempo para a família, amigos, amores… A pressa está em tudo e é preciso voar, porque andar é pouco, insuficiente… E a praga do mundo moderno está na falta de concentração no que se está fazendo… A desconcentração parece ser à regra geral… e as consequências disso tudo aparecem ao fácil alcance dos olhos: uma vida atual corrida, desorganizada, de baixa qualidade e bem longe dos nossos sonhos… Ainda Guimarães Rosa escreveu que “o amor é estrelas”… E Clarice Lispector, “o amar não acaba”… Belas frases que iluminam nossos caminhos e nossas vidas… porque, “enquanto houver estrelas, haverá ESPERANÇA na vida”. (Erico Verissimo). E se amar não acaba”, como escreveu Clarice, estamos salvos, “apesar de”…

Termino com o tocante “Canto de Natal”, de Manuel Bandeira: “O nosso menino / Nasceu em Belém. / Nasceu tão somente / Para querer bem. / Nasceu sobre as palhas / O nosso menino. / Mas a mãe sabia / Que ele era divino. / Vem para sofrer / A morte na cruz, / O nosso menino. / Seu nome é Jesus. / Por nós ele aceita / O humano destino: / Louvemos a glória / De Jesus menino. //
Feliz Natal, queridos leitores!!!…

Be Sociable, Share!
Palavras-chave:

Sobre o autor

A equipe do jornal O Saquá é formada por diversos jornalistas.