Desde 1630, Saquarema honra compromisso de fé católica

O Círio das Águas é um evento sempre emocionante na Lagoa de Saquarema

A devoção dos fiéis em Saquarema agregou milhares de pessoas no Círio de Nazareth, o mais antigo do país, que data de 1630, quando a santa foi achada por pescadores no penhasco onde se encontra a igreja Matriz. A cidade viveu dias ensolarados, de muita festa e crença, com romeiros vindos de toda parte. As comemorações começaram no final de agosto, com uma bela apresentação musical na igreja, que tem a melhor acústica de Saquarema, e se estenderam até 8 de setembro, com a tradicional procissão noturna pelas principais ruas do Centro.

Este ano, um belo espetáculo de luz e fogos ganhou um atrativo a mais – imagens projetadas na igreja – que emocionaram todos os presentes. No final de semana movimentado, comerciantes, turistas e moradores aproveitaram as compras nas barraquinhas e os comes e bebes nas ruas e praças. Sendo Saquarema uma das cidades mais antigas no Brasil, atraiu uma multidão para acompanhar o Círio de Nazareth, incluindo a procissão marítima que é sempre uma manifestação belíssima da religiosidade popular.

Padre Jorge ministrando a Missa Campal na Praça do Coração

Este ano, um fato destoante gerou muita polêmica. Foi a inesperada mudança de trajeto da procissão que se desviou do calçadão, no Centro da cidade, repleto de devotos e moradores aguardando a imagem da padroeira para saudá-la, com a chuva de pétalas de rosas como ocorre todos os anos, preferindo ir pela beira da lagoa, onde só há água, de um lado, e do outro os caminhões de carga dos barraqueiros da Praça do Canhão. Foi uma decepção.

Compartilhe!

Sobre o autor

A equipe do jornal O Saquá é formada por diversos jornalistas.