Encontro LGBTQ+ em Bacaxá

Os participantes assistiram ao filme do diretor Hilton Lacerda, Tatuagem, que retrata questões homoafetivas, e em seguida debateram a sociedade excludente

Lucas Alexandrio

Aconteceu em Saquarema a primeira reunião do Coletivo Presente, um grupo pioneiro do movimento LGBTQ+ (Lésbicas, Gays, Bisexuais, Transgêneros e Queers, entre outros grupos de sexualidade). A reunião agregou em seu primeiro evento cerca de 40 pessoas, para discutir uma abordagem relacionada ao filme brasileiro Tatuagem, que trata de questões de censura da arte, sexualidade e gênero, ditadura e periferia no nordeste.

Realizado em Bacaxá, na Secretaria da Mulher, a reunião foi numa de suas salas para a comunidade LGBTQ+ conversar sobre sua militância com segurança e abrangência, proporcionando liberdade de expressão entre seus membros e simpatizantes, aumentando o foco em proteção, empoderamento e vivências de cada um. Foi um momento para se sentir em casa, com uma troca entre as pessoas que realmente entendem seus cotidianos conturbados, em meio à sociedade massacrante e discriminatória. Foi um debate produtivo que ajuda a somar conhecimento, visando uma ação coletiva social. O grupo LGBTQ+ vem se reunindo em praças e outros locais abertos ao público.

Compartilhe!
Palavras-chave:

Sobre o autor

A equipe do jornal O Saquá é formada por diversos jornalistas.