Mundial de Surfe em Saquarema

O campeão Mineirinho comemorou com entusiasmo a sua vitória em Saquarema (Foto: Divulgação PMS )

A praia de Itaúna reviveu seus melhores dias de Maracanã do Surfe ao receber a quarta etapa do Circuito Mundial de Surfe, o WSL – World Surf League Championship, entre os dias 9 e 20 de maio, também chamado de Oi Rio Pro 2017, promovido pelas empresas Jeep, Airbnb, Oi, Corona, Boticário, TNT, com apoio do Governo do Estado do RJ, Prefeitura de Saquarema, Federação de Surfe do Estado do Rio de Janeiro e da Associação de Surfe de Saquarema (ASS). Os melhores surfistas do mundo como Gabriel Medina, John John Florence, Stephanie Gilmore e Silvana Lima, entre outros deram um espetáculo nas ondas e o público deu um espetáculo na areia ao prestigiar o evento. Na final, o brasileiro Adriano de Souza, o Mineirinho, de Guarujá (SP), venceu em Saquarema disputando com o vice-campeão Adrian Buchan, da Austrália. Na categoria feminina a campeã foi a australiana Tyler Wright.

A australiana Tyler Wright venceu nas poderosas ondas de Itaúna (foto: Instagran Tyler Wright)

O campeonato mundial voltou a Saquarema após 15 anos e já na coletiva de imprensa oficial, realizada dia 7 de maio, na CBV – Confederação Brasileira de Vôlei, os atletas da elite do surfe manifestavam a satisfação com o acolhimento da cidade, que atende pela qualidade internacional no swell (ondulação) como um dos maiores palcos de surfe no país, atendendo ainda às expectativas e exigências para sediar um evento de grande porte, transmitido ao vivo para o mundo todo. Durante o campeonato, alguns dias foram interrompidos pelas condições do mar, momento em que os olhos se voltaram para a areia, ponto de encontro para várias atividades paralelas, que deram o tom social e ambiental ao evento.

Os membros do Cittradeq (Centro de Informação, Triagem e Tratamento dos Dependentes Químicos) e os alunos do Laces (Lar das Crianças Especiais de Saquarema) foram à praia e vivenciaram um dia inesquecível, coordenado pelo psicólogo Marcelo Mourão. O Laces foi agraciado com uma prancha, entregue pela surfista saquaremense profissional Kayane Reis, que vem se destacando a cada ano, participando inclusive da triagem do campeonato, onde também foram selecionados em suas categorias os talentos locais Taís de Almeida, Alessandra Vieira, Carol Bonelli,Yan Guimarães, João Chianca e Daniel Templar, além dos já consagrados Lucas Chumbinho, Léo Neves e Raoni Monteiro.

Outro projeto de destaque durante o campeonato foi a participação de crianças como guardas ambientais no projeto realizado pela empresa Jeep, uma das patrocinadoras do evento, em parceria com a BlueBirdsBR Turismo Sustentável e Soluções Ambientais. A ação incluiu a educação ambiental com o plantio 300 mudas nativas de restinga na praia e oficina de arte sustentável, com destinação adequada dos resíduos e preservação da biodiversidade local, reduzindo os impactos ambientais causados pelo evento. Shantala Torres, coordenadora geral da BlueBirdsBR e recém-eleita presidente do Saquarema Convention & Visitors Bureau, ressalta que a Jeep abraçou a cidade de Saquarema da melhor forma possível, deixando um legado socioambiental.

Compartilhe!
Palavras-chave:

Sobre o autor

Alessandra Calazans é jornalista.