Deputado Paulo Melo foi eleito para várias comissões parlamentares na Assembleia Legislativa

O deputado Paulo Melo aceitando novos desafios na Alerj (Foto: Rafael Wallace)

As comissões numa casa legislativa, seja no âmbito estadual (Assembleia Legislativa), como no federal (Câmara e Senado) e no municipal (Câmara de Vereadores) são o coração das atividades dos deputados, estaduais e federais, senadores e vereadores. É nas comissões que o trabalho legislativo tramita, antes de chegar ao plenário para votação. São leis, projetos, emendas e uma série de ocorrências que podem mudar o rumo da atuação de líderes, governantes e dos próprios legisladores.

Assim, a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, casa dos deputados estaduais, acabou de compor as suas comissões, onde o deputado Paulo Melo (PMDB) se destacou mais uma vez. Considerado um hábil negociador, um político ágil e um profundo conhecedor das leis, o deputado de Saquarema foi eleito por seus pares como presidente da poderosa Comissão de Orçamento, Finanças, Fiscalização Financeira e Controle, só comparada à rainha das comissões que é a Comissão de Constituição e Justiça, a CCJ, considerada a mais almejada pelos parlamentares, porque é onde passam todos os projetos obrigatoriamente.

Paulo também foi eleito membro titular de mais cinco comissões decisivas, como a Comissão de Constituição e Justiça, da qual ele já foi presidente, a Comissão de Economia, Indústria e Comércio, a Comissão para Prevenir e Combater a Pirataria no Estado do Rio de Janeiro, a Comissão de Segurança Pública e Assuntos de Polícia e a Comissão de Servidores Públicos. E como suplente, ficou ainda em mais cinco comissões: Comissão de Assuntos da Criança, do Adolescente e do Idoso, Comissão de Cultura, Comissão de Defesa Civil, Comissão de Educação, Comissão de Emendas Constitucionais e Vetos e Comissão de Saneamento Ambiental.

Com uma memória notável e uma atuação legislativa brilhante, inclusive como líder de vários governos, Paulo Melo é carinhosamente chamado pelos deputados mais próximos de “Regimento Interno”, devido a sua facilidade em lembrar dos inúmeros artigos do Regimento Interno da Alerj e da própria Constituição do Rio de Janeiro e do Brasil. A responsabilidade é grande sobre os ombros deste saquaremense que acorda às 5 horas da manhã e não vai dormir antes da meia noite. É muito trabalho! E olha que nem todas as comissões estão completas, faltando eleger alguns membros efetivos e suplentes.

Compartilhe!
Palavras-chave:

Sobre o autor

A equipe do jornal O Saquá é formada por diversos jornalistas.