A matemática da eleição em Saquarema

1º luagr, Manoela Peres

1º luagr, Manoela Peres

pitic

2º lugar, Hamilton Pitico

 

 

 

 

 

 

 

 

 

3º lugar, Thiago Cócaro

3º lugar, Thiago Cócaro

O resultado da apuração das urnas em Saquarema também foi uma caixinha de surpresa. Em primeiro lugar, ficou a dentista e novata na política Manoela (PTN), que substituiu o marido, o ex-prefeito Peres, impugnado pela Justiça Eleitoral, que acabou desistindo de concorrer. Em segundo lugar, o ex-vereador Pitico (PMDB), candidato apoiado pelo deputado Paulo Melo e pela prefeita Franciane. E, em terceiro, o veterinário Thiago Cócaro (PSOL), concorrendo pela terceira vez.

Uma rápida análise desta eleição demonstra que cerca de 30% dos votos foram inválidos: 22% de abstenções, 2% brancos e 7% nulos. Entre os 70% de votos válidos, Manoela obteve 52,22%, Pitico 44,32% e Thiago 3,48%.

Isto significa que, de fato, a primeira colocada teve apenas 37% do total de votos apurados nas urnas. Ou seja, o eleitorado de Saquarema em sua maioria não votou em Manoela. Tanto assim que a próxima prefeita não conseguiu eleger a maioria na Câmara – que é constituída de 13 vereadores – e terá que governar com a oposição de 8 vereadores.

Compartilhe!
Palavras-chave:

Sobre o autor

A equipe do jornal O Saquá é formada por diversos jornalistas.