Maioria dos eleitores em todos os estados é constituída de mulheres

Desde 2000, o número de mulheres com título de eleitor é superior ao de homens. Mas antes, essa tendência variava de estado para estado. Agora, nestas eleições de domingo, é a primeira vez que a superioridade de mulheres com título de eleitor é registrada em todos os estados do país. No ranking de participação feminina no eleitorado, o Rio de Janeiro vem em primeiro lugar, com 53,48 %. Logo em seguida, está Pernambuco, com 53,42 %, Alagoas, com 53,22 % e, nas últimas posições, Mato Grosso (50,24 %), juntamente com o Pará (50,24 %) e, finalmente, o Tocantins (50,03).

Apesar das mulheres responderem, na totalidade, por 52 % do votos, com 75.226.056 eleitoras cadastradas no Brasil, elas são apenas 32 % dos candidatos a cargos municipais nas eleições no dia 2 de outubro próximo. O levantamento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostra também que, entre os 144 milhões de eleitores, no total de todo o país, a maioria tem baixa escolaridade: são 28,58 % com ensino fundamental incompleto, além de 10,74 % que apenas leem e escrevem e 4,85 % de analfabetos. Quando a escolaridade leva em conta o sexo do eleitor, há mais mulheres no grau mais baixo: 52 % não foram alfabetizadas.

Be Sociable, Share!
Palavras-chave:

Sobre o autor

A equipe do jornal O Saquá é formada por diversos jornalistas.