Candidatos à Prefeitura de Saquarema

Pitico carregado nos braços por correligionário chega ao comício seguido de perto pelo filho Pitiquinho e muitos amigos entre eles a poderosa batucada que o acompanha há anos (Foto: Edimilson Soares)

Pitico carregado nos braços por correligionário chega ao comício seguido de perto pelo filho Pitiquinho e muitos amigos entre eles a poderosa batucada que o acompanha há anos (Foto: Edimilson Soares)

Conhecer os candidatos para escolher em quem votar no dia 2 de outubro é função do cidadão consciente e na internet é possível obter informações relevantes para os eleitores, que vão escolher um prefeito e um vice, além dos 13 vereadores. Segundo informações do site do TSE (www.tse.jus.br/eleicoes/eleicoes-2016/divulgacao-de-candidaturas-e-contas-eleitorais), Saquarema tem 3 candidatos a prefeito com seus respectivos vices, mas para o cargo de vereador são 242 candidatos. Impossível traçar aqui, nesta pequena página do jornal, o perfil de cada candidato. Porém, divulgamos algumas informações relevantes sobre os candidatos a prefeito, com um pequeno histórico de cada um.

Das 3 candidaturas registradas no TSE, a primeira a ser deferida foi a de Pitico (PMDB), da Coligação Avança Saquarema. Já o candidato Antônio Peres Alves (PTN) teve sua candidatura indeferida, devido a processo no TCU sobre o caso das ambulâncias, no episódio que ficou conhecido como “Operação Sanguessuga”. Porém, a Coligação Liberta Saquarema imediatamente substituiu Antonio Peres por sua esposa Manoela Alves, que vai concorrer com o nome de Manoela Peres, mas cuja candidatura ainda não foi homologada pelo TSE. A candidatura de Thiago Cócaro Vignoli (PSOL) também está deferida.

Hamilton Pitico (PMDB) – 15

Nascido no Rio de Janeiro em 13 de julho de 1964, Pitico foi criado no bairro do Boqueirão, em Saquarema. Filho de mãe solteira, começou a trabalhar ainda criança, roçando terreno e mais tarde trabalhando como ajudante de pedreiro. Trabalhou como merendeiro, foi inspetor de escola e administrou uma pequena cantina no Colégio Washington Luís, quando entrou na política, no grupo do então candidato a vereador Paulo Melo.

Casado com a professora Gal, irmã de Rosângela, esposa do ex-prefeito Dalton Borges, ficou viúvo aos 23 anos, com 2 filhos pequenos: Pitiquinho e Lorena. A partir daí, foi estreitando cada vez mais sua relação com o deputado estadual Paulo Melo, com quem trabalhou em diversas funções, tendo sido diretor do Detro, no Rio de Janeiro, e chefe de gabinete, na ALERJ (Assembléia Legislativa), entre outros cargos no governo do estado. No município foi eleito vereador por 2 mandatos, secretário municipal de Assistência Social, secretário de Obras e Serviços Públicos e Secretário de Governo.

Verdadeiro líder popular, Pitico elegeu seu filho, Pitiquinho, o vereador mais votado na última eleição. Casado atualmente com Daiane, com quem tem o filho Joaquim, concorre ao cargo de prefeito pela Coligação Avança Saquarema, tendo como vice Ana Paula, ex-secretária municipal de Educação e Cultura. É um candidato ficha limpa.

Manoela Peres (PTN) – 19

Em seu primeiro dia de campanha, a candidata que substituiu Peres faz caminhada nas ruas do Rio da Areia (Foto: Divulgação/Facebook)

Em seu primeiro dia de campanha, a candidata que substituiu Peres faz caminhada nas ruas do Rio da Areia (Foto: Divulgação/Facebook)

A candidatura do ex-prefeito Antonio Peres Alves sofreu um baque no dia 10 de setembro, quando o juiz eleitoral de Saquarema, Dr. Bruno Monteiro Ruliere, proferiu uma sentença de 7 páginas, indeferindo seu registro, devido à condenação do Tribunal de Contas da União (TCU), por superfaturamento de uma ambulância e fraude à licitação, num processo que ficou conhecido como o “Operação Sanguessuga”. Tornado inelegível, Peres colocou como sua substituta sua própria esposa, a dentista Manoela Alves, com quem está casado desde 2006 e tem dois filhos pequenos: Henrico e Isabela.

No dia 13 de setembro, à 17 horas, ele postou no seu facebook um vídeo informando sua decisão, ao lado de Manoela, que pretende concorrer à eleição com o nome de Manoela Peres, tendo como vice Pedro Ricardo, filho do ex-prefeito João Alberto Teixeira. Sem experiência na administração pública, Manoela é uma candidata que na verdade representa o próprio marido, Antonio Peres. Nascido em Araruama, no distrito de São Vicente de Paulo, Peres veio para Saquarema nos anos 80, quando montou um escritório de contabilidade.

Casado em primeiras núpcias com Leda Vignoli, dona do Colégio Washington Luís, tem 2 filhas, Flávia e Cláudia, deste primeiro casamento, sendo inclusive avô de 4 netos. Iniciou sua carreira política no grupo do ex-prefeito Carlos Campos, mas não conseguiu ser eleito prefeito nas 2 tentativas de chegar à Prefeitura de Saquarema, em 1992, para o Dr. João e em 1996 para Carlinhos. No ano 2000, com apoio do deputado Paulo Melo e tendo como vice o ex-prefeito Jurandir Melo, finalmente Peres foi eleito e governou beneficiado por um conjunto de obras do governo do estado que vieram para o município (asfalto, iluminação pública, drenagem, etc) através do deputado Paulo Melo, entre elas a Barra Franca, para iniciar a despoluição da Lagoa de Saquarema.

Porém, na eleição para deputado, em 2010, Peres não apoiou Paulo Melo e aderiu à campanha do deputado Marcos Abrahão, de Rio Bonito. Mas 2 anos depois, retornou ao grupo liderado por Paulo Melo, elegendo seu irmão Chico Peres vereador. Na atual disputa eleitoral, Peres era candidato da Coligação Liberta Saquarema. É considerado um dos homens mais ricos da cidade, dono inclusive de diversos condomínios. Responde a dezenas de processos.

Thiago Cócaro (PSOL) – 50

O candidato Thiago Cócaro, médico veterinário, disputa mais uma vez o cargo de prefeito de Saquarema, pelo PSOL, com uma campanha sem recursos, mas criativa (Foto: Divulgação/Facebook)

O candidato Thiago Cócaro, médico veterinário, disputa mais uma vez o cargo de prefeito de Saquarema, pelo PSOL, com uma campanha sem recursos, mas criativa (Foto: Divulgação/Facebook)

Nascido em Saquarema, em 30 de agosto de 1980, Thiago Cócaro é veterinário, tendo exercido o cargo de secretário municipal da Criança e do Adolescente, no primeiro governo Peres. Herdeiro de uma tradicional família do município, Thiago vem fazendo uma campanha com poucos recursos mas com muita criatividade, como o banquinho em que sobe para fazer comícios ao lado da padaria Bella Bel, no centro de Bacaxá.

Divorciado do seu primeiro casamento, tem dois filhos Maria Eduarda e Matheus, tendo atualmente tem como companheira a professora da FAETEC Suelen Lagos. O vice do PSOL é o artista Halle Figueiredo, morador da Basiléia, em Sampaio Corrêa. Thiago é filho do empresário Nivaldo Pereira, dono do posto de gasolina Shell, na esquina da Rua Beatriz Amaral, no centro de Bacaxá, e da professora e artista plástica Marina Cócaro, Thiago é também neto de dois saquaremenses notáveis, o comerciante José Pereira, destacado membro da Loja Maçônica Novo Horizonte, pelo lado paterno, e o popular José “Chaveiro”, pelo lado materno. É o único candidato comprometido abertamente com a campanha Porto Não! contra a construção de um porto na Praia de Jaconé, em Maricá.

Be Sociable, Share!
Palavras-chave:

Sobre o autor

A equipe do jornal O Saquá é formada por diversos jornalistas.