Primavera das Mulheres é manifesto de artistas

Glauce Pimenta Rosa no show-manifesto das mulheres artistas, no Rio, onde canta e dança (Fotos: Bel Junqueira)

Glauce Pimenta Rosa no show-manifesto das mulheres artistas, no Rio, onde canta e dança (Fotos: Bel Junqueira)

Um show-manifesto, com a participação de 25 artistas, engajadas na luta pelos direitos das mulheres, está chamando a atenção do público no Rio. O espetáculo, que estreiou no palco do Solar de Botafogo, no final de janeiro, já tem novas apresentações programadas, em 23 de fevereiro e 1° de março, em Botafogo, e no dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher, na Central do Brasil, no centro do Rio.

No grupo, a atriz, cantora e dançarina Glauce Pimenta Rosa, que mora em Saquarema, é uma das mulheres que atua, canta e dança. O espetáculo foi assistido por personalidades que lutam pelas minorias como o deputado federal Jean Willian e o deputado estadual Marcelo Freixo.
Dirigido pela atriz Laura Castro, o show visa abrir os olhos da sociedade para várias questões que atormentam o dia a dia das mulheres. É um show feminista, que fala da maternidade como um ato de amor, mas também como um ato político.
O repertório das músicas inclui desde clássicos da compositora e maestrina Chiquinha Gonzaga, como “Corta-Jaca” e “Abre Alas”, que datam do século 19 e início do século 20, até o sambinha-bossa-nova “Feminina”, de Joyce e Ana Terra, a ciranda “Eu sou Lia”, de Lia de Itamaracá, “Os imorais”, de Zélia Duncan e “Beijo Sem”, de Adriana Calcanhoto.

Maranhense e saquaremense

Galuce  dançando - foto Bel JunqueiraCoordenadora da Auá Abre Caminhos e Pungada das Flores Tambor de Crioula, Glauce Pimenta Rosa nasceu em São Luís do Maranhão, casou-se no Rio e escolheu Saquarema para viver e criar seus filhos. Artista multifacetada, é pesquisadora em linguagem corporal e expressões criativas. Graduada em Turismo, com foco em sustentabilidade, é também cantora, tendo participado dos corais da Escola de Música Villa Lobos e da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM).
Dançarina folclórica, performer, contadora de estórias e empreendedora criativa de projetos ligados a arte, cultura e moda, Glauce participou de vários eventos e feiras culturais em Saquarema, em 2015, ministrando sua oficina de turbantes. Estudiosa e amante da cultura afro-brasileira, Glauce e seu marido, o percussionista Pablo, já se apresentaram com performances e intervenções em exposições e festivais culturais no Brasil e exterior, incluindo Nova Orléans, nos Estados Unidos.

Be Sociable, Share!
Palavras-chave:

Sobre o autor

Dulce Tupy é editora do jornal O Saquá e da Tupy Comunicações.