Rio em 12º lugar

Longe do topo, o futebol do Rio em 2015 teve uma atuação deplorável no Campeonato Brasileiro e a crônica esportiva consagrou a expressão “queda em bloco”. Basta conferir a tabela de classificação após a realização da última rodada: um time de São Paulo, o Corinthians, foi campeão; um time de Minas, o Atlético, ficou com a vice-liderança; um time do Rio Grande do Sul, o Grêmio, em 3° lugar; outro time de São Paulo, o próprio São Paulo, em 4° lugar. Todos classificados para a Taça Libertadores da América. Mais um outro time paulista, o Palmeiras, sagrou-se campeão da Copa do Brasil e também vai disputar a Libertadores. Todos representantes de São Paulo, Minas e Rio Grande do Sul.

E os times do Estado do Rio, a outra grande força do futebol brasileiro? Ficaram todos na metade de baixo da tabela de classificação. Não é só o Vasco, rebaixado, em 18° lugar, mas também a dupla Fla-Flu, respectivamente, em 12° e em 13°. É preciso reconhecer que não foi só o Vasco que fracassou; Flamengo e Fluminense também. E os resultados da rodada final comprovam isso: o Flamengo perdeu feio para o Palmeiras, no Maracanã, e o Fluminense também perdeu para o Figueirense que se livrou do rebaixamento. Flamengo e Fluminense, com elencos muito fracos, chegaram à última rodada sem jogar nada.
Flamengo, Fluminense e Vasco que tratem de montar times dignos de suas tradições em 2016. Caso contrário, o fiasco vai ser ainda maior. É o terceiro ano consecutivo em que um grande time do Estado do Rio de Janeiro é rebaixado. Em 2013, o Fluminense caiu no campo, mas se salvou com a punição imposta à Portuguesa paulista. Em 2014, foi a vez do Botafogo. E agora, em 2015, novamente o Vasco. Pior é que, em 2015, houve rebaixamento em todas as divisões: o Vasco na série A; o Macaé, na B; e o Madureira, na C.

Compartilhe!
Palavras-chave:

Sobre o autor

Marcelo Vignoli escreve sobre esporte para o jornal O Saquá.