Vereador Abraão da Melgil solicita volta dos quiosques

O projeto da orla em Arraial do Cabo contempla os quiosques (Divulgação)

O projeto da orla em Arraial do Cabo contempla os quiosques (Divulgação)

Saquarema é uma cidade turística e precisa investir em seu potencial turístico para atrair visitantes, movimentar a economia local e proporcionar alegria e conforto para os munícipes. Com base nesses princípios, o vereador Abraão da Melgil fez uma indicação na Câmara Municipal, visando a reconstrução de quiosques nas praias de Saquarema. Em março de 2011, quando os quiosques foram demolidos, o secretário de obras chegou a considerar a possibilidade de serem construídos novos quiosques, adaptados às exigências ambientais.
“A estrutura dos novos quiosques terá que ser móvel para atender o padrão que está sendo exigido pelo Ministério Público, porque eles terão que ser licenciados pelos órgãos ambientais e pelo Patrimônio da União. Então, em primeiro lugar, vamos reurbanizar a orla e aí adaptar o novo quiosque. Tem que ser um quiosque para vender água de coco, refrigerante, cerveja e lanches pequenos. Nós já temos 2 anteprojetos que estão sendo analisados pelos órgãos competentes. Os 2 têm uma estrutura leve, com apenas uma pequena parte em alvenaria, mas podem ser removidos. Os projetos estão aqui na secretaria e podem ser vistos pelos quiosqueiros” falou na época o secretário, Anderson Martins, em entrevista concedida ao jornal O Saquá, edição 131, de março de 2011.

Revitalização

O vereador Abraão da Melgil (Agnelo Quintela)

O vereador Abraão da Melgil (Agnelo Quintela)

Para Abraão da Melgil, o Poder Executivo deveria retomar o projeto dos quiosques, a exemplo de Arraial do Cabo que está iniciando obras de urbanização e ampliação da Prainha, com apoio do governo do Estado. O projeto prevê a construção de quiosques modernos, com mesas e cadeiras no calçadão e deques suspensos para que a restinga seja restaurada. E ainda salas para os pescadores guardarem os instrumentos de pesca, uma cozinha para processar o pescado e uma área isolada na areia para guardar as embarcações.
“Não podemos deixar que mais uma vez a população caia no descrédito de promessas que não saíram do papel aqui em Saquarema”, diz o vereador. “Fico me perguntando o que faz com que uma cidade com um extenso litoral não querer explorar seu potencial turístico! Sabemos que a demolição dos quiosques foi para atender a uma determinação judicial. Porém, se o município se comprometer a elaborar um projeto de construção dos quiosques que não agrida o meio ambiente, não será ilegal, assim como faz a prefeitura de Arraial do Cabo que em setembro deste ano assinou um TAC (Termo de Ajustamento e Conduta) com o Ministério Publico Federal e construirá 31 quiosques em sua orla”, considera Abraão da Melgil.
“Faço aqui meu apelo ao Poder Executivo para que repense e inclua no projeto de urbanização da orla a construção de novos quiosques. A população de Saquarema merece. Afinal, se estão sendo construídos banheiros de alvenaria, porque não trazer de volta a alegria que os quiosques representam para a nossa gente?”, pergunta o vereador Abraão, sempre atento ao melhor atendimento aos cidadãos saquaremenses, aos visitantes e aos turistas.

Compartilhe!
Palavras-chave:

Sobre o autor

A equipe do jornal O Saquá é formada por diversos jornalistas.