15 ANOS DE “O SAQUÁ”

Cultura é Notícia - Beatriz Dutra

 

Semana de agenda cheia!… Como conciliar as imperiosas necessidades do cotidiano com as atividades que alimentam a alma e alegram o coração? Só sendo supermulher e tendo a proteção e a luz que vêm do Altíssimo… Na quarta-feira, 05/08, a requintada programação do R.S. Clube Ginástico Português, em homenagem aos 450 anos do Rio de Janeiro, destacando-se a palestra “O Rio de Janeiro em contos e crônicas de Machado de Assis” pela Profª Maria Amélia Amaral Palladino, Presidente da FALARJ – Federação das Academias de Letras e Artes do Estado do Rio de Janeiro. Já, na 6ª feira, 07/08, a reunião comemorativa dos 19 anos de fundação da Academia de Letras Rio-Cidade Maravilhosa e a apresentação e o lançamento do livro “Outrora Agora”, de autoria da Profª Drª Marina Gutman Tosta Paranhos, acadêmica e Diretora Social da Academia.
E eis que de repente, não mais que de repente, recebo, por e-mail, o convite da amiga, vizinha, jornalista, escritora e editora deste “O Saquá”, DULCE TUPY, para, na quinta-feira, 6/08, vir a Saquarema a fim de participar das comemorações dos 15 anos deste querido jornal. Meu Deus, que lindo!… Queria vir e haveria de consegui-lo … Organizei-me, tomei fôlego e ousei vir e voltar no mesmo dia, pois no dia seguinte haveria as comemorações da Academia… E não me arrependi, pois tudo foi muito bonito e meritório, com o aplauso geral.
DULCE TUPY, além de competente, ama o que faz. E lança-se de corpo e alma no que acredita. Dulce, a imbatível. Graças a ela, Edimilson Soares e equipe, tomamos conhecimento (há 15 anos), dos fatos que fazem a história de Saquarema. Expressivo foi seu depoimento na Câmara dos Vereadores. Foi sol resplandecente. Aplaudida de pé, ao sair, levou consigo leitores, amigos e admiradores, que atravessaram a rua e foram abraçá-la na Casa de Cultura Walmir Ayala, (sempre aberta por Sandra Sant’Anna para relevantes atos culturais) onde havia a exposição das 60 primeiras páginas mais importantes de “O Saquá”, ao longo do tempo. Na oportunidade, pude outorgar a DULCE TUPY, pelo maravilhoso trabalho que vem realizando, a MEDALHA ACADEMIA DE LETRAS RIO – CIDADE MARAVILHOSA/CECÍLIA MEIRELES. Aplausos gerais. Aliás, ela e Edimilson Soares, já tiveram o reconhecimento da Divine Académie Française des Arts, Lettres et Culture, em 2014.
Tudo justo, meritório e com aprovação geral.
É uma honra poder participar da equipe de colaboradores de “O Saquá”.
Obrigada e parabéns Dulce Tupy, Edimilson Soares, Silênio Vignoli e a todos deste amado jornal.

Compartilhe!
Palavras-chave:

Sobre o autor

Beatriz Dutra é poeta, “Cidadã Saquaremense” e membro da Academia de Letras Rio – Cidade Maravilhosa.