Crise na Petrobras é mais uma invenção da mídia

Editorial - Dulce Tupy

A maior empresa brasileira, a Petrobras, acaba de receber o maior prêmio internacional da OTC, Offshore Tecnology Conference, em Houston, nos Estados Unidos. O prêmio é o reconhecimento internacional da Petrobras, por sua expertise em exploração e produção de petróleo no mar. Na solenidade da premiação, a diretora de Exploração e Produção da Petrobras, Solange Guedes, destacou a importância do prêmio para a equipe técnica da Petrobras em parceria com uma rede de cooperação entre sócios, fornecedores e comunidade acadêmica, principalmente no pré-sal. Considerada uma missão desafiadora desde que foi anunciada há 8 anos, a exploração e produção do pré-sal, localizado a 300 quilômetros da costa e com profundidade de até 7 mil metros, após espessa camada de sal, já responde por mais de 20% da produção de petróleo da Petrobras.

 

A Petrobras
acaba de ganhar
prêmio mundial da
OTC nos EUA

Viabilizado a partir de tecnologias inovadoras, o pré-sal se tornou um legado importante para o país e o mundo. No entanto, o que se vê na grande mídia no Brasil, principalmente na TV aberta, é um bombardeio diário com notícias negativas sobre o escândalo de corrupção na Petrobras, malfeitos praticados por ex-diretores que vêm sendo punidos pela Justiça. Mas o que foi feito no passado não pode embaçar o presente, nem desviar o rumo progressivo rumo ao futuro. Está tramitando no Senado um projeto para retirar da Petrobras as conquistas advindas com o sistema de partilha, aprovado pelo marco regulatório de 2010, que garante investimentos em educação e saúde. No sistema de partilha para a exploração de petróleo, gás natural e outros hidrocarbonetos, no pré-sal, a Petrobras passou a ser a operadora única, com participação de no mínimo 30%, uma garantia antecipada de grandes lucros para o povo brasileiro. A grande mídia não fala sobre esta perspectiva e esconde os sucessivos recordes de produção da Petrobras; aliás, só publicou a recente elevação dos títulos da empresa na Bolsa de Valores, porque se tornou praticamente impossível varrê-los para de baixo do tapete…
A verdade é que a Petrobrás é hoje a maior produtora de petróleo entre as empresas de capital aberto no mundo, superando a norte-americana ExxonMobil. Foi também a empresa que mais aumentou sua produção de óleo, em 2014, quando a produção de petróleo e gás alcançou a marca histórica de 2,670 milhões de barris, sendo que o pré-sal produziu em média 666 mil barris, o gás natural alcançou 84,5 milhões de metros cúbicos/dia, a capacidade de processamento de óleo aumentou em 500 mil barris/dia e a produção de etanol pela Petrobras Combustíveis cresceu 17%. A quem interessa esconder a grandeza da Petrobras? Por que voltar à discussão do sistema de partilha? Com certeza aos bons brasileiros não interessa mudar o que está dando certo.

Be Sociable, Share!
Palavras-chave:

Sobre o autor

Dulce Tupy é editora do jornal O Saquá e da Tupy Comunicações.