O Carnaval de Saquarema teve 5 dias de Bandafolia

Opinião - Silênio Vignoli

Maestro Ricardo Bandeira (Paulo Lulo)

Maestro Ricardo Bandeira (Paulo Lulo)

Os meios musicais de Saquarema, que congregam instrumentalistas de sopro e bateristas, têm que se desdobrar todo ano para viabilizar bandas que toquem no carnaval de rua nos demais municípios da Região dos Lagos, que dependem de Saquarema para conseguir músicos experientes e familiarizados com o variado repertório carnavalesco. Isto porque os municípios vizinhos querem músicos na mesma ocasião: carnaval. Este ano, por exemplo, além da Bandafolia que animou o carnaval de rua em Saquarema por 5 dias (de sexta-feira a terça-feira gorda) os músicos tiveram que tocar também em São Pedro da Aldeia e Búzios, sem falar nos bailes da terceira idade que não puderam ser atendidos…
Sob a regência de Ricardo Bandeira, trompetista e maestro da Bandafolia de Saquarema, o povo se esbaldou movido por um grande repertório exclusivamente carnavalesco, rememorando marchinhas e sambas desde a primeira metade do século passado, assinados por Lamartine Babo, Braguinha, Noel Rosa, Ruthnaldo e tantos outros. É muito prazeroso você executar uma melodia e ouvir um coro de milhares de pessoas cantando e sambando nas ruas: “Isso é que é Carnaval” dizia um saudoso amigo músico, que não podemos esquecê-lo ao nos orgulharmos pelo fato do Rio ter a Banda de Ipanema e a Região dos Lagos ter a Bandafolia de Saquarema. Esse nosso amigo era um excelente músico e teve participação decisiva na banda: Nerí, onde quer que você esteja, nossa saudade, eternamente agradecidos por esta valiosa geração de músicos que você tanto incentivou e ajudou a formar e pelos inesquecíveis momentos da maravilhosa harmonia musical com que você nos brindava, através da riqueza de sua execução sempre tão bem temperada por bemóis e sustenidos.

O arrastão da Bandafolia (Paulo Lulo)

O arrastão da Bandafolia (Paulo Lulo)

Compartilhe!
Palavras-chave:

Sobre o autor

Silênio Vignoli é editor adjunto do jornal O Saquá.