Macaé traz título nacional para o futebol fluminense

Com os grandes times de futebol do Estado do Rio de Janeiro (Flamengo, Fluminense, Vasco e Botafogo) deixando a desejar em 2014, poucos acreditavam que um pequeno time do Interior, o Macaé, seria o único a conquistar um título nacional: Campeão da Série C do Brasileirão. Com isso, garantiu o acesso à Série B, em 2015, uma estrela no escudo do clube e o firme propósito de disputar a Primeira Divisão, em 2016. O título foi conquistado após superar adversários como o CRB, de Alagoas, o Fortaleza, do Ceará e o Payssandu, do Pará. Na segunda partida contra o Fortaleza, o Macaé eliminou o time cearense na Arena Castelão, diante do maior público do ano em todas as divisões do Campeonato Brasileiro: 63.254 pessoas.

Menos valioso que o petróleo, o Macaé espera contar com uns “royalties” para crescer. Por ter subido pela primeira vez para a Segundona do Brasileirão, o time vai contar com novas receitas; o orçamento de 2015 será o maior de sua história e 3 vezes superior ao de 2014. Além do patrocínio da Prefeitura do município, orçado em R$ 3 milhões, e o da empresa MRV, o Macaé poderá ganhar ainda o patrocínio da Caixa Econômica Federal que já banca outros grandes clubes de futebol do Brasil. E vai ganhar uma verba anual de R$ 2,7 milhões referente à cota pelo direito de imagem, já que a Segundona tem transmissão de TV. Em 2015, o Macaé terá também um custo a menos com as viagens que, na Série B, são bancadas pela CBF. E ganhou a administração do Estádio Municipal Moacyr de Azevedo, o Moacyrzão, onde os jogadores passarão a treinar.

Compartilhe!
Palavras-chave:

Sobre o autor

Marcelo Vignoli escreve sobre esporte para o jornal O Saquá.