Suavidade e Fascínio no lançamento do novo livro de Beatriz Dutra

O maestro Ararypê e Beatriz Dutra executando um poema musicado (Dilvulgação)

O maestro Ararypê e Beatriz Dutra executando um poema musicado (Dilvulgação)

O lançamento do livro “Suavidade”, de Beatriz Dutra, presidente da Academia de Letras Rio-Cidade Maravilhosa, no início de novembro, no Rio, foi um momento de pura emoção. Após uma breve apresentação do livro, Beatriz interpretou 6 poemas musicados, com acompanhamento do parceiro e maestro Ararypê Silva no teclado, seguido de um coquetel. Foi uma tarde cultural cercada de amigos, entre eles o presidente da Sociedade Eça de Queiroz, Dr. Braulio Maciel; a escultora e presidente da Associação Brasileira de Defesa Ecológica, Dorée Camargo; a presidente da Federação das Academias de Letras e Artes do Estado do Rio de Janeiro (FALARJ), Maria Amélia Palladino;  a presidente da Sociedade de Cultura Latina do Rio de Janeiro e da Academia Infanto-Juvenil de Letras e Artes do Estado do Rio de Janeiro, Zélia Maria Fernandes; a presidente da Academia Brasileira de Trova, Messody Benoliel; a presidente da Academia Guanabarina de Letras e da Academia Brasileira de Ciências Sociais, Yara Vargas, a presidente da União Brasileira de Escritores (UBE-RJ), Lucia Regina de Lucena e a diretora cultural da UBE-RJ, Gilda de Souza Campos; e outros. Entre os poemas do livro, o destaque para “Fascínio”, sobre sua querida Saquarema, tão curtida pela autora, quando foge do stress da grande cidade para buscar a paz em sua casa de frente para o mar, na praia de Barra Nova.

 

F A S C Í N I O

 Beatriz Dutra

Adormecer
sob a constelação do Cruzeiro do Sul
e despertar
sob a cintilação da estrela Dalva,
embalada
pelo murmúrio do mar,
pela aragem do mar,
e pela prata do luar…

Fascínio
de vários verões
vividos
em Saquarema.

Compartilhe!
Palavras-chave:

Sobre o autor

A equipe do jornal O Saquá é formada por diversos jornalistas.