Cães abandonados precisam de ajuda

O trabalho da SOS Cãopanheiros precisa de ajuda para tratar de casos de maus-tratos como o de Jaconé (Foto: Isabel Ruliere)

O trabalho da SOS Cãopanheiros precisa de ajuda para tratar de casos de maus-tratos como o de Jaconé (Foto: Isabel Ruliere)

Uma denúncia de maus-tratos a animais em Jaconé mobilizou a ONG S.O.S Cãopanheiros, a Polícia Civil e a Guarda Municipal, que verificaram as condições deploráveis que se encontravam 38 cães aprisionados em uma casa. Os animais estavam acorrentados e sem alimentação. A pessoa que residia na casa mudou-se e abandonou os cães em meio ao lixo.
A diretora da S.O.S Cãopanheiros, Isabel Ruliere, conta que as condições físicas dos animais está muito precária, estão desnutridos e aparentemente doentes. Ela ressalta a agilidade e eficiência da Polícia Civil no registro de ocorrência e no resgate dos cães, com a ajuda da Guarda Municipal, que disponibilizou um caminhão para a remoção dos caninos. Todos foram levados para a S.O.S, que apesar de não estar recebendo mais cães, pois já tem cerca de 300 cães, abriu as portas diante da situação deplorável, mas precisa agora da ajuda para trata-los apropriadamente, aceitando contribuições ou o apadrinhamento de um dos cães. A ONG S.O.S Cãopanheiros fica na Rua João Alvez Muniz, 1342, no Boqueirão.
O telefone é (22) 2651-7094 e o e-mail: soscaopanheiros@globo.com.

Compartilhe!
Palavras-chave:

Sobre o autor

A equipe do jornal O Saquá é formada por diversos jornalistas.