3 mortes no Retiro e outros casos de polícia

Autor Casos de Polícia

Um crime nunca visto em Saquarema culminou com 3 mortes. Foi no dia 13 deste mês, no bairro Retiro. Tudo começou quando 2 pessoas foram baleadas: Jeanne Calado e seu esposo Márcio Gustavo. Vizinhos de muro, o homem que atirou morava em uma casa que é de propriedade da mãe de Márcio e devia aluguel a mais de 8 meses, mas segundo informações de familiares este não foi o único motivo da confusão. Jeanne morreu no local e Márcio foi levado ao hospital de Bacaxá, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. Depois de fazer os disparos, o homem pegou a própria mulher como refém e se trancou com ela, provocando maior tensão ainda nos que aguardavam o desfecho. As redes sociais ficaram movimentadas com informações e boatos.
O Batalhão de Operações Especiais (BOPE) foi acionado com policiais preparados para este tipo de situação. Helicópteros sobrevoavam o local, enquanto a tentativa de fazer com que o homem se entregasse acontecia em terra. Atiradores de elite ficaram posicionados nos telhados de casas vizinhas. Havia informação de que o homem poderia estar fortemente armado, mas segundo a PM, que acompanhou toda a ação, havia uma pistola, que foi usada para matar o casal, além de uma réplica de fuzil. Depois de muitas negociações, por volta de 21h o homem atentou contra a própria vida e a mulher foi libertada. Mas a confusão não acabava por aí. Segundo a PM, na manhã do dia seguinte, aproximadamente 100 pessoas invadiram a casa onde o assassino que se suicidou estava morando. Muitos pertences foram jogados na rua e queimados, mas foram levados móveis, eletrodomésticos e até roupas e calçados. A polícia chegou e impediu que a ação continuasse. O casal, Jeane e Márcio, deixou 2 filhas pequenas.

 

Homem esfaqueado no Porto da Roça

Uma mulher esfaqueou o marido na madrugada do dia 15 de junho, no Porto da Roça, na casa do casal. Segundo a polícia, depois de uma discussão a mulher teria dado uma facada no abdômen do companheiro e logo em seguida o socorreu, levando-o para o hospital Nossa Senhora de Nazareth, em Bacaxá. Depois de deixar o marido sob cuidados, ela teria se evadido do local, mas foi localizada e levada à 124ª DP (Saquarema). Não há notícias sobre o estado de saúde do homem.

 

Operação Lei Seca em Saquarema

No domingo (15) a Lei Seca fez a primeira operação em Saquarema. Muitos motoristas foram parados e quem apresentava suspeita de ter ingerido bebida alcoólica foi convidado a fazer o teste do bafômetro. Populares aprovaram a ação da Polícia Militar, já que muitos acidentes têm acontecido em Saquarema, inclusive com vítimas fatais, decorrente da ingestão de álcool. Cerca de 250 agentes do governo estadual do Rio de Janeiro estão trabalhando no esquema especial da Operação Lei Seca para a Copa do Mundo, atuando em áreas estratégicas da região metropolitana e nas cidades de médio porte no interior fluminense. O tradicional balão da operação ganhou tons de verde e amarelo e aparência de uma bola de futebol, em referência ao Mundial.

Compartilhe!
Palavras-chave:

Sobre o autor

Michele Maria é jornalista, graduada em Letras e pós graduada em Jornalismo, Rádio e TV.