O SAQUÁ 171 – Chamadas de capa

O Saquá 171

Quer folhear as páginas do jornal O SAQUÁ
Edição Especial de maio de 2014 (Ed 171)?

Fique à vontade… Clique nas páginas para ampliar!

Criado em 8 de maio, município de Saquarema elegeu vereadores somente em outubro de 1841

O prédio histórico ficou pequeno para  abrigar a Câmara e a Prefeitura. (Acervo de Herivelto Bravo Pinheiro)

O prédio histórico ficou pequeno para abrigar a Câmara e a Prefeitura. (Acervo de Herivelto Bravo Pinheiro)

Na antiga sede, a Câmara ficava  numa sala ao lado da Prefeitura.

Na antiga sede, a Câmara ficava numa sala ao lado da Prefeitura.

A Lei que criou o município foi assinada em 8 de maio de 1841, porém a eleição dos vereadores se deu em 3 de outubro e a posse em 3 de novembro, quando foi eleito o presidente Dr. Joaquim Mariano de Azevedo Soares, o vereador mais votado que passou a acumular as funções de prefeito. A festa da posse foi de gala, com bandeirinhas nas ruas. No mesmo prédio histórico, doado pelo Barão de Saquarema, a Câmara funcionou durante muitos anos junto com a Prefeitura, que se mudou para um novo prédio construído em frente. Hoje, a antiga Câmara é ocupada pela Casa da Cultura e Biblioteca Municipal. Página 3

O Barão de Saquarema, desenho publicado no livro Minha Terra Saquarema, do pesquisador e ex-vereador de Saquarema Darcy Bravo.Barão de Saquarema, esse desconhecido

O Barão de Saquarema é um dos personagens mais ilustres do município, mas continua sendo desconhecido. Sabe-se que do seu passado de glória, resta a lembrança de que foi o doador do prédio onde hoje está situada a Casa de Cultura Walmir Ayala, onde funcionou a primeira Câmara Municipal e a primeira Prefeitura. Barão de Saquarema é também nome de uma das principais ruas da cidade, no que restou do chamado centro histórico da antiga Vila. Páginas 6 e 7

Antenor de Oliveira, o primeiro animador cultural do município

Acervo de João Eduardo, filho de Antenor Oliveira

Acervo de João Eduardo, filho de Antenor Oliveira

Artista plástico, poeta, ator, cenógrafo, carnavalesco e vereador, Antenor de Oliveira foi um autêntico animador cultural de Saquarema. Em todas as atividades que exerceu demonstrou o seu talento e o compromisso com o povo, retratado em seus quadros e poemas. Entre suas telas, as mais valiosas são suas marinhas com cenas de canoas, da praia e do mar, além dos pescadores que são um dos seus temas preferidos. Página 5

Oscar de Macedo Soares

Ele nasceu na fazenda Bonsucesso, em Saquarema, que depois foi integrada a Araruama. Disputado pelos dois municípios, Oscar de Macedo Soares foi o político que trouxe para Saquarema a Casa de Caridade, com maternidade e hospital, dirigida pela Madre Maria das Neves. Trouxe ainda a água encanada e a iluminação pública, através de lampiões. Página 9

– – – – –

Futebol através do tempo e dos seus eternos craques – Página 10

Ozo e Juarez, pai e filho. (Foto: Paulo Lulo)

Ozo e Juarez, pai e filho. (Foto: Paulo Lulo)

Meio século do surfe em Saquarema será o foco do próximo filme de Rossini Maraca – Página 11

Maraca (Sergio Leandro SOC)

Compartilhe!
Palavras-chave:

Sobre o autor

A equipe do jornal O Saquá é formada por diversos jornalistas.