Falta de água e incêndios marcam o verão

O fogo se espalhou e o Corpo de Bombeiros foi acionado para controlar este foco na Barreira e em muitos outros pontos do município (Foto Michele Maria)

O fogo se espalhou e o Corpo de Bombeiros foi acionado para controlar este foco na Barreira e em muitos outros pontos do município (Foto Michele Maria)

Turistas e moradores de Saquarema, em especial os que dependem dos carros pipa, sofreram com a falta de água neste verão. Isto aconteceu porque toda a região teve o mesmo problema, porém os fornecedores do líquido precioso deram prioridade às empresas que abasteciam um número maior de carros, em detrimento dos pipeiros locais, que fazem o trabalho na cidade o ano inteiro, com apenas um caminhão. Esta dinâmica amenizou o problema das cidades vizinhas, mas causou um transtorno por cá. Os pipeiros recebiam ligações com pedidos, mas não podiam atender por não conseguirem comprar água no município. Desesperado, um pipeiro, que preferiu não se identificar, chorou na fila de espera para carregar seu caminhão, dizendo que o comprou à prestação e precisava pagar, mas temia que se continuasse assim não conseguiria…
Paralelo a isto, os incêndios bombaram de janeiro até agora. Foram vários registrados. Nem o Hotel Fazenda Sol & Lua, situado na Barreira, escapou, sendo vítima por 2 dias depois de um outro incêndio a 200 metros dali. A orla da Praia da Vila até Jaconé também não ficou de fora. Foram quilômetros de vegetação praiana queimada. Muitos moradores aproveitaram o tempo seco para queimar lixo e o fogo se alastrava. Nos dois casos ocorridos na Barreira os bombeiros suspeitam de combustão espontânea, como outros, por isso não foi feito registro de ocorrência.

Compartilhe!

Sobre o autor

A equipe do jornal O Saquá é formada por diversos jornalistas.