Isabel e os 300 CÃOpanheiros

A advogada Isabel Rulliere, presidenta da ONG, atendendo aos melhores amigos (Foto: Agnelo Quintela)

A advogada Isabel Rulliere, presidenta da ONG, atendendo aos melhores amigos (Foto: Agnelo Quintela)

Há 14 anos foi criada uma instituição em Saquarema para abrigar cães abandonados em situação crítica de saúde e risco, a ONG SOS CÃOpanheiros, que desde 1999 é dirigida pela advogada Isabel Rulliere, motivada por um amor incondicional e por não querer cruzar os braços diante da triste condição imposta aos indefesos animais de rua.  A ONG é uma referência pelo trabalho que realiza com os 300 cães abrigados e, apesar de enfrentar problemas – um deles, a manutenção de 120 Kg diários de ração – é um verdadeiro lar, onde todos são respeitados e vivem dignamente. São apenas 5 funcionários para manter a complexa rotina de limpeza, alimentação, higiene e medicação, mas todos envolvidos e comprometidos à proposta.

O espaço de 2 lotes na Rua João Alves Munis, no Boqueirão, é arejado, limpo, onde os cães convivem soltos e em harmonia. Há a colaboração voluntária de veterinários, que também prestam serviços de castração – todos os animais da instituição são castrados – e ainda oferece a baixo custo este procedimento à comunidade. A ONG conta também com a solidariedade dos sócios contribuintes e tem a colaboração da prefeitura, responsável por parte do fornecimento de ração.

Apesar dos animais estarem saudáveis, poucos são adotados; a maioria chega à instituição e permanece até o fim da vida. São muitas histórias comoventes, como os cães com dificuldades de locomoção, que se movimentam com as cadeirinhas de rodas… O momento mais esperado é o passeio pelas ruas do bairro, quando os cães saem em disparada, uma correria monitorada pelos funcionários, que seguem de moto, bicicleta e a pé com o grupo. Até a Ana Maria Braga já mandou sua equipe de reportagem conferir essa façanha! O vídeo do programa pode ser visto no site: www.soscaopanheiros.com.br

Espaço de descanso dos cães no abrigo SOSCãopanheiros, no Boqueirão (Foto: Agnelo Quintela)

Espaço de descanso dos cães no abrigo SOSCãopanheiros, no Boqueirão (Foto: Agnelo Quintela)

Além dos anjos da guarda de todos os dias, a ONG agora conta com os “Anjos da Moda”, uma iniciativa da estilista Cynthia Hayashi, que lançou uma linha de camisetas inspirada em questões socioambientais, e parte da renda obtida com a venda das blusas é revertida para instituições, sendo a SOS Cãopanheiros uma das beneficiadas. Com o apoio da própria família, Isabel consegue forças para se envolver em outros projetos relacionados, como o Recanto dos Amigos e o Pet’s Garden, cemitérios e crematórios de animais, visto que no Rio de Janeiro existe dificuldade para sepultamento dos bichinhos de estimação, um serviço essencial àqueles que estão se despedindo de um fiel amigo.

Com a certeza, o trabalho da ONG não pode parar. Fica um apelo por novos sócios, àqueles que podem e querem de alguma forma ajudar a manter estes 300 cães alimentados, medicados, limpos e felizes, latindo em sinfonia. A ONG SOS CÃOpanheiros está aberta a visitação e informações podem ser obtidas no telefone (22) 2651-7094.

Compartilhe!
Palavras-chave:

Sobre o autor

Alessandra Calazans é jornalista.