Vôlei feminino conquista o Grand Prix pela 9ª vez

A novata Gabi foi eleita a grande revelação do Grand Prix (Foto: Divulgação CBV)

A novata Gabi foi eleita a grande revelação do Grand Prix (Foto: Divulgação CBV)

Com uma exibição impecável, vencendo as 5 partidas da fase final por 3×0, sem perder um set sequer, a seleção brasileira de vôlei feminino conquistou, invicta, o 9° título do Grand Prix, após 3 vice-campeonatos em 2010, 2011 e 2012, torneios vencidos pelos Estados Unidos. As outras 8 conquistas brasileiras foram em 1994, 96, 98, 2004, 05, 06, 08 e 09. Titular da equipe pela 1ª vez nessa temporada, a meio de rede Thaísa foi eleita a melhor jogadora da competição; a veterana Fabi, com 33 anos, a melhor líbero; e a ponteira Gabi, com 19 anos, a revelação do Grand Prix. Gabi, despontou em 2011 na seleção juvenil, formada no Centro de Treinamento do Vôlei, em Saquarema. Foi o 1° título da jovem atleta com a seleção adulta.

Com várias caras novas, além de Gabi, o técnico Zé Roberto já conta no processo de renovação da equipe de vôlei feminino, visando às Olimpíadas de 2016, no Rio, com Dani Lins, Monique, Tandara, Fernanda Garay, Thaísa, Juciely, Adenízia e a líbero Camila Brait, apontada como sucessora de Fabi.

A conquista do Grand Prix foi um fator fundamental para a afirmação dessa nova geração.

“É importante encontrar jogadoras como a Gabi, a Natália e a Tandara para esse movimento do vôlei feminino brasileiro continuar. Precisamos sustentar esse trabalho. A mescla dessas jogadoras com nomes como os de Sheila, Fabiana e Thaísa, entre outras, que têm idade para a próxima Olimpíada, é muito importante” – destacou Zé Roberto. O próximo desafio é o Sul-Americano, que está sendo disputado no Peru, classificatório para a Copa dos Campeões em novembro, no Japão, e o Mundial de 2014, na Itália.

Compartilhe!
Palavras-chave:

Sobre o autor

A equipe do jornal O Saquá é formada por diversos jornalistas.