Recadastramento dos beneficiários do Bolsa Família em Saquarema

Os beneficiários do Programa Bolsa Família do governo federal precisarão passar por uma triagem para continuar a receber o benefício. Para isso deverão comparecer com seus filhos ao posto de saúde mais próximo de sua residência, portando o cartão do programa e a caderneta de vacinação. A partir de novembro, o atendimento será feito na casa ao lado do Hospital Municipal Nossa Senhora de Nazareth, na sala do Bolsa Família e Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (Sisvan). Este é um trabalho conjunto entre as secretarias de Saúde e Desenvolvimento Social, que informam que o não comparecimento resultará no bloqueio do benefício.

Baseado na garantia de renda, inclusão produtiva e no acesso aos serviços públicos, o Programa Bolsa Família foi criado em 2003, voltado para famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza, com renda familiar per capita inferior a R$ 70 mensais. A seleção dos beneficiários é feita com base nas informações registradas pelo município no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. As famílias são incluídas de forma automática mediante ao cadastro, que deve ser feito na secretaria de Desenvolvimento Social do município.

Em agosto receberam o benefício 4.547 famílias, com valor médio de R$ 127,00 em Saquarema. Segundo o portal do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, via internet, o governo federal investiu em agosto de 2013 o valor de R$ 577.738,00 no município. Os valores dos benefícios variam de acordo com as características de cada família, considerando-se a renda mensal por pessoa, o número de crianças e adolescentes até 17 anos, gestantes, nutrizes e componentes da família.

Compartilhe!
Palavras-chave:

Sobre o autor

A equipe do jornal O Saquá é formada por diversos jornalistas.