No coração de Saquarema, Nossa Senhora de Nazareth abençoou os romeiros

Queima de fogos,  um espetáculo à parte (Foto: Paulo Lulo)

Queima de fogos, um espetáculo à parte (Foto: Paulo Lulo)

O mais antigo Círio de Nazareth do Brasil acontece em Saquarema desde 1630 e presta devoção a sua padroeira. A cada ano, o evento reúne uma multidão de fiéis, que acompanham a programação e fazem da cidade um santuário a céu aberto. Elaborada com muita antecedência pela paróquia, este ano estiveram à frente os festeiros da Irmandade Nossa Senhora de Nazareth, juiz provedor, Climo Junior e juíza Neinha Moreira. A programação incluiu além das missas diárias, exposição do Santíssimo Sacramento, recitação do terço, ladainha de Nossa Senhora e bênção na Igreja Matriz. Mas os católicos e turistas, além de aproveitarem a tradicional feira pelas ruas da cidade, também puderam curtir shows de artistas locais e leilão de prendas e animais de várias espécies.

Para a celebração do Círio, a imagem Nossa Senhora de Nazareth, símbolo  maior de devoção, ganha ornamentos especiais, como o manto e a coroa (Foto: Paulo Lulo)

Para a celebração do Círio, a imagem Nossa Senhora de Nazareth, símbolo maior de devoção, ganha ornamentos especiais, como o manto e a coroa (Foto: Paulo Lulo)

No dia 7 de setembro, houve alvorada com repique de sinos, queima de fogos e missa solene pela Pátria, com a participação especial dos corais Rainha Assunta e Canta Vento de Cabo Frio sob a regência do maestro Rui Capteville. Houve também a passeata da Sociedade Musical Santo Antônio de Bacaxá. Outro momento marcante foi o Círio das Águas, quando a imagem de Nossa Senhora de Nazareth segue em procissão marítima pela Lagoa de Saquarema, margeando alguns bairros, tendo sido na Mombaça, próximo à Toca do Peixe o ponto de partida, parando no Boqueirão, em frente ao Colégio Castelo Branco, no bairro do Jardim, na Capela da São Judas Tadeu, na Praça dos Pescadores, próximo à capelinha de São Pedro, desembarcando nas margens do Morro da Igreja. A imagem da santa também esteve disponível para visitação e veneração dos romeiros.

Shows de artistas locais animaram a festa, como Sarita e Mirella, mãe  e filha, cantando juntas (Foto: Agnelo Quintela)

Shows de artistas locais animaram a festa, como Sarita e Mirella, mãe e filha, cantando juntas (Foto: Agnelo Quintela)

O destaque deste ano, que trouxe encanto e muita emoção aos presentes, na Santa Missa Vespertina da Natividade de Nossa Senhora, foi a participação especial do Coral das Meninas dos Canarinhos de Petrópolis. Mas a culminância das festividades da Festa de Nazareth é o dia 8 de setembro, que este ano caiu num domingo. Em missa solene, a histórica imagem foi coroada e, à noite, em andor ricamente ornamentado deixou o santuário em procissão pelas principais ruas da cidade, acompanhada pela Irmandade e por associações religiosas com suas insígnias e estandartes, seguida por uma multidão de fiéis, romeiros e curiosos expectadores. Uma grande e belíssima queima de fogos encerrou a festa em homenagem à Nossa Senhora de Nazareth, padroeira de Saquarema.

Compartilhe!
Palavras-chave:

Sobre o autor

Michele Maria é jornalista, graduada em Letras e pós graduada em Jornalismo, Rádio e TV.