Posto Bacaxá, uma tradição de qualidade em Saquarema

O ex-vereador e empresário Simeão Nunes segurando um dos muitos prêmios que o Posto Bacaxá  ganhou, ao longo de sua história (Acervo Lúcio Nunes)

O ex-vereador e empresário Simeão Nunes segurando um dos muitos prêmios que o Posto Bacaxá ganhou, ao longo de sua história (Acervo Lúcio Nunes)

Desde que foi inaugurado, há cerca de 80 anos, o Posto de Bacaxá, no Km 70 da Rodovia Amaral Peixoto, é uma referência no município. Inaugurado com apenas uma bomba de gasolina, que funcionava à manivela, o posto de Lúcio Nunes, ex-prefeito de Saquarema, foi um empreendimento da família que já era dona do Bazar Nunes, primeiro bazar da Rua Professor Francisco Fonseca. Em frente à casa do também ex-prefeito e farmacêutico Gentil Mendonça, um dos mais influentes chefes políticos da região, o Bazar Nunes ainda resiste ali, quase na esquina da atual Praça Santo Antônio, onde começou o namoro entre dois herdeiros de famílias rivais na política local: os Nunes, da UDN, e os Mendonça, do PSD.

Calçada do Bazar Nunes, primeiro bazar da Rua Prof. Francisco Fonseca (Fotos: Edimilson Soares)

Calçada do Bazar Nunes, primeiro bazar da Rua Prof. Francisco Fonseca (Fotos: Edimilson Soares)

Os Nunes eram donos do lado direito da rua que era um verdadeiro capinzal que dava na antiga estação do trem; e os Mendonça, donos do lado esquerdo. O namoro entre Simeão Nunes e Elzira Mendonça começou com ele, no balcão do Bazar Nunes, e ela em casa. O casamento dos dois jovens de famílias adversárias politicamente se realizou na igreja de Nossa Senhora de Nazareth, em 1957, selando uma sólida união que resultou em 58 anos de casamento. A festa foi um evento notável que atraiu convidados e políticos da época, entre eles o deputado federal Agenor Barcelos Feio e esposa, que foram padrinhos do casamento, que repercutiu até em jornais de Niterói, então capital do Estado do Rio de Janeiro. Do casamento de Simeão Nunes, na época vereador, e Elzira, hoje viúva, resultaram três filhos: duas mulheres, Luciane e Eliane, e o caçula Lúcio, empresário e atual administrador do Posto Bacaxá.

A foto da Rua Professor Francisco Fonseca, publicada no livro  Raízes de Minha Terra, de Herivelto Bravo Pinheiro, ainda sem calçamento  e praticamente desocupada, tendo ao fundo apenas o Bazar Nunes,  à direita, e a casa de Gentil Mendonça, no fundo, à esquerda (Acervo Herivelto Bravo Pinheiro)

A foto da Rua Professor Francisco Fonseca, publicada no livro Raízes de Minha Terra, de Herivelto Bravo Pinheiro, ainda sem calçamento e praticamente desocupada, tendo ao fundo apenas o Bazar Nunes, à direita, e a casa de Gentil Mendonça, no fundo, à esquerda (Acervo Herivelto Bravo Pinheiro)

Sócio de Edilson e Ézio Costa, filho do também ex-prefeito de Saquarema Joaquim Costa, de outra família tradicional da cidade, Lúcio tornou-se o herdeiro natural de uma tradição que permeia toda a vida política e comercial de Bacaxá, desde o início do século passado. A maior veia comercial de Bacaxá, por exemplo, a Rua Professor Francisco Fonseca, foi ocupada pioneiramente por sua família, que por sua vez vendeu os lotes para outros comerciantes locais como os Oliveira, que estabeleceram o primeiro supermercado de Bacaxá, onde hoje fica o Esperança. Também o prédio do supermercado Só Ofertas foi construído em lote vendido pela família Nunes, assim como a loja de material elétrico de Zequinha Martins.

Lucio Nunes e Edilson Costa,  gerações de sucesso

Lucio Nunes e Edilson Costa,
gerações de sucesso

O primeiro posto da cidade  ficava localizado na altura da  atual Casas Bahia e tinha apenas  uma bomba à manivela (Acervo Herivelto Bravo Pinheiro)

O primeiro posto da cidade ficava localizado na altura da atual Casas Bahia e tinha apenas uma bomba à manivela (Acervo Herivelto Bravo Pinheiro)

Formado em administração de empresas, Lúcio Nunes é um vencedor. Há 30 anos à frente do Posto Bacaxá, reconhecido por sua excelência, tem sido contemplado com vários prêmios, entre eles os que recebeu no Texas, em Dubai e na Inglaterra, estando agora de viagem marcada para receber mais um prêmio em Madrid, Espanha. Casado com Carla e pai de Ana Paula, diz que o segredo da empresa – que hoje tem 25 funcionários – é a busca pela qualidade, tanto dos produtos como dos serviços prestados. “Procuro fazer sempre o melhor”, diz Lúcio, ao lado do sócio Edilson Costa, parceiro de todos os dias, neste que é o maior posto de combustível da cidade, cuja marca é o atendimento personalizado, com muito profissionalismo.

Casamento de Simeão e Elzira,  tendo ao lado esquerdo os pais, Lucio Nunes e Polidoria e do lado direito Laura e Gentil Mendonça (Acervo LÚcio Nunes)

Casamento de Simeão e Elzira, tendo ao lado esquerdo os pais, Lucio Nunes e Polidoria e do lado direito Laura e Gentil Mendonça (Acervo Lúcio Nunes)

Compartilhe!
Palavras-chave:

Sobre o autor

Dulce Tupy é editora do jornal O Saquá e da Tupy Comunicações.