Cerva & Bola é campeão no empate de 4 x 4 com o Treze

Futebol Compacto - Gilson Gomes

Depois do Barroso ter quebrado a hegemonia do Treze Coqueiral em 2011, agora foi a vez do Cerva & Bola, do Boqueirão, deixar o Treze sem o título de campeão master que havia conquistado por três campeonatos seguidos. Cerva e Bola e Treze fizeram uma partida eletrizante na final do master, quando o empate por 4×4 garantiu o título para o Cerva & Bola. Diante de um grande público no estádio Washington Bravo, o jogo teve o placar movimentado logo aos três minutos, através de Marquinhos que fez 1×0 para o Treze, o que não era suficiente para os alvinegros que precisavam de uma vitória por dois gols de diferença para conquistar o título. Por causa disso, o Treze partiu para cima do Cerva & Bola e acabou ampliando o marcador para 2 x 0, aos 43 minutos do primeiro tempo, novamente com Marquinhos, encerrando a primeira fase com a torcida do Treze em delírio pelo prenúncio do título diante do placar de 2 x 0.

O que ninguém imaginava é que, no segundo tempo de uma partida final de campeonato, fossem acontecer mais seis gols, dois para o Treze e quatro (isso mesmo) para o Cerva & Bola, decretando um empate de 4×4 que deu o título ao time do Boqueirão. No início do segundo tempo, enquanto os comandados de Cafifa estudavam uma tática mais defensiva, eis que Marcão, com grande oportunismo, diminuiu para os visitantes que não sentiram o impacto do gol e partiram para cima. Entretanto, num contra-ataque o Cerva & Bola empatou a partida aos 8 minutos e, aos 10 minutos, o Treze voltou a marcar outra vez por intermédio de Marquinhos. Aos 13 minutos ocorreu um novo empate e, aos 16 minutos o “impossível” Marquinhos fazia o seu quarto gol e, quando procurava o quinto gol que levaria o Treze ao título, um “chutaço” de fora da área de Alexandre calou os torcedores do Treze Coqueiral, botando 4×4 no placar, que não foi modificado até o final da partida, dando o título de campeão de futebol master de Saquarema aos comandados do técnico Elmo Nascimento, considerado um verdadeiro “pé quente”, pois sempre que assume, a equipe conquista título.

O árbitro da partida foi José Carlos de Oliveira (Caíca) com bom desempenho. Após o encerramento do jogo, o coordenador do certame, Carlos Etelmo, fez a entrega dos troféus para o campeão. O vice, o goleiro mais vazado, Ângelo, e o artilheiro, Marcão, com 19 gols na competição. Daí em diante foi só a festa que entrou pela noite, na sede do Boqueirão, reduto do Cerva & Bola.

Barroso promoverá festival

Dando sequência em sua programação, visando angariar recursos para a conclusão das obras em seu estádio, a diretoria do Esporte Clube Barroso promoverá, no próximo dia 4 de novembro, em seu estádio, um festival reunindo dez equipes, já tendo confirmado presença duas agremiações de São Gonçalo, duas do Jardim Lagoinha, Legião e novas respostas a convites estão sendo aguardadas. Aos adeptos do futebol que queiram doar material de construção, o clube antecipadamente agradece a colaboração: basta procurar Gilson, Cláudio do 199 ou Walter.

Compartilhe!
Palavras-chave:

Sobre o autor

Gilson Gomes é presidente da LISCA – Liga Saquaremense de Clubes Avulsos.