Paulo Melo vistoria obras de saneamento em Bacaxá

O deputado confere de pertinho toda estrutura  da obra junto aos operários em Bacaxá. (Foto: Edimilson Soares)

O deputado confere de pertinho toda estrutura da obra junto aos operários em Bacaxá. (Foto: Edimilson Soares)

No mesmo dia em que o secretário Sérgio Côrtes visitou as obras do Hospital de Saquarema, o deputado Paulo Melo vistoriou as obras do esgotamento sanitário no centro de Bacaxá. Na esquina da rua da Policlínica Carlos Campos da Silveira com a Avenida Saquarema, os buracos produzidos pela grande obra de infraestrutura chamam a atenção de quem passa por ali. Grande passo para resolver o grave problema do saneamento no distrito mais populoso de Saquarema, a obra vai contribuir para a limpeza do Rio Bacaxá que deságua na Lagoa de Saquarema. Para explicar a obra, o deputado Paulo Melo falou com exclusividade ao repórter fotográfico Edimilson Soares, do jornal O Saquá.

O Saquá – O que representa esta obra para o município?

Paulo Melo – Essa é uma obra que tinha que ser feita. Descobrimos a necessidade da obra, devido à topografia, ao entroncamento das águas da baixada de Bacaxá. O Rio Bacaxá tinha uma rede extremamente antiga; daí a necessidade de fazer uma ampla galeria. É uma obra que só de galerias são R$ 2 milhões de reais; uma obra que a população não vai ver depois que tiver sido tapada, mas que tem um enorme valor. Estamos fazendo uma galeria para os próximos 50 anos. Vamos acabar com o problema de escoamento das águas pluviais em Bacaxá. Depois da obra de infraestrutura, vamos entrar no máximo em 10 dias com asfalto, pegando toda a rua da Policlínica.

O Saquá – É uma obra que visa o meio ambiente e a qualidade de vida…

Paulo Melo – Tudo que a gente faz é visando mais qualidade de vida para a população. Tivemos uma grande chuva e mesmo com uma chuva daquelas proporções o escoamento das águas teve uma rapidez impressionante. E isso acontece porque estamos desenvolvendo um grande projeto ali no bairro São Geraldo também, construindo uma galeria para colher as águas do Rio Bacaxá. Ali, naquele bairro, construíram muito irregularmente, com manilhas de 30 e 60 mm. Quando tem um fluxo contínuo de águas, acaba alagando tudo, mas nós vamos consertar.

O Saquá – Além dessa obra de saneamento, qual a novidade para os nossos leitores?

Paulo Melo – A novidade é a visita do secretário de Saúde, Sérgio Côrtes, que visitou as obras do hospital de Bacaxá e ficou surpreso com a grandiosidade e dimensão da obra. É uma obra espetacular; um hospital que precisa de parceria. O próprio secretário estima que o custo mensal do hospital será na ordem de R$ 6 milhões/mês, ao ano são R$ 72 milhões, ou seja, mais de 50% do orçamento de Saquarema. Portanto, isso só será possível com uma grande parceria com o governo do Estado. O deputado Paulo Melo apenas encaminha, mas quem dá os recursos é o governo do Estado. E para que isso aconteça nós precisamos ter um referencial. A referência do hospital será em traumato-ortopedia. O secretário calcula que com as Alas de Cirurgia nós poderemos fazer 150 cirurgias ortopédicas por mês. Saquarema vai atender toda a região em traumatologia; mas o hospital será regional e municipal. As UTIs serão do município e não serão um centro de referência de UTIs; serão só para os operados aqui e para os nossos pacientes. As cirurgias serão um centro de referência regional. É um presente para todos nós. Eu também sou de Saquarema!

Compartilhe!
Palavras-chave:

Sobre o autor

A equipe do jornal O Saquá é formada por diversos jornalistas.