Feira de Agricultura Familiar exibe animais exóticos

A 3ª edição da feira dos produtores rurais de Saquarema reuniu o melhor do que é produzido aqui mesmo no município e não faltou variedade, a começar pela incrível exibição de animais exóticos do Rancho Safari Fest, do casal Bil e Aline. Entre os vários animais em exposição, todos licenciados pelo IBAMA, estavam avestruz, emú, inclusive seus gigantescos e pesados ovos, alpaca, quati, algumas espécies de arara, papagaio, tucano, iguana, jabuti piranga, mini boi e pônei. Certamente foi a atração mais concorrida.

Casal Bil e Aline exibem ovos de avestruz e de emú –  Foto: Guilherme Stocchero

Mas as barraquinhas da feira também apresentaram a variedade local em fruticultura – banana, côco, laranja, cidra, limão – e algumas novidades, como as guloseimas banana chips, nas versões doce e salgada e geleias de sabores inusitados com pimenta. Também não faltaram as tradicionais delícias da roça, com destaque para o café colhido, moído e torrado pelo próprio produtor, o que proporciona um sabor autêntico, bem diferente dos industrializados. O secretário municipal de Agricultura, Abastecimento e Pesca, Wellington de Mattos falou sobre a importância deste encontro anual.

Fruticultura em alta na feira com banana, côco, laranja, cidra e limão – Foto: Guilherme Stocchero

 

“A Feira da Agricultura Familiar está em sua 3ª edição e é um incentivo aos produtores que ao participarem estão divulgando todo potencial da nossa agricultura e pecuária, como também os queijos e as comidas típicas da região, além da criação dos animais exóticos num estande montado especialmente para esta ocasião”, disse o secretário. Na relação de produtos da roça, a destacar a tradicional sola, de côco ou com amendoin, a papa de milho, o cuscuz, as cocadas, os pés-de-moleque, os doces caseiros, os bolos de aipim e de milho, etc.

A exposição de animais exóticos teve o pônei como o mais concorrido para visitação – Foto: Guilherme Stocchero

Barraquinhas também mostraram o tradicional artesanato da Mombaça, chapéus, cestos de fibras e de cipós, além de peças feitas com matéria reciclado. A feira deixou um gostinho de quero mais, porque poderia ter ficado aberta ao público também no domingo, no centro da Vila, na Praça Oscar de Macedo Soares, e ao lado do Correio.

Compartilhe!
Palavras-chave:

Sobre o autor

A equipe do jornal O Saquá é formada por diversos jornalistas.