Obras do novo hospital de Saquarema estão em ritmo muito acelerado

Os engenheiros responsáveis pela obra, o secretário estadual de Saúde Sérgio Côrtes, a prefeita Franciane Motta, o deputado Paulo Melo e o vice-prefeito Dr. Amílcar na visita ao hospital. (Foto: Dulce Tupy)

Os engenheiros responsáveis pela obra, o secretário estadual de Saúde Sérgio Côrtes, a prefeita Franciane Motta, o deputado Paulo Melo e o vice-prefeito Dr. Amílcar na visita ao hospital. (Foto: Dulce Tupy)

O secretário estadual de Saúde, Sérgio Côrtes, visitou as obras do novo hospital de Saquarema, acompanhado da prefeita Franciane Motta, do vice Dr. Amílcar Ferreira e do deputado Paulo Melo, presidente da Assembleia Legislativa. Recebidos pelos técnicos da Empresa de Obras Públicas (EMOP) e da Oriente Construção Civil, os visitantes ficaram impressionados com o andamento das obras que ocupam cerca de 10 mil metros quadrados de área construída.

“É a quinta vez que o secretário estadual visita esta obra”, diz o deputado Paulo Melo que, por sua vez, visita o novo hospital toda semana! Tanto cuidado com a obra tem sentido. O novo hospital é uma obra grandiosa que, segundo a prefeita Franciane Motta vai atender não só o povo de Saquarema, mas de toda a Região dos Lagos.

Projetado para ser referência em atendimento de ortopedia, o novo hospital vai oferecer clínica médica, cirúrgica, neurológica e pediátrica, além de pronto socorro pediátrico e para adultos. Serão 4 centros cirúrgicos, sendo um para parto. Erguido numa área de cerca de 12 mil metros quadrados, o hospital disporá de 72 leitos para internação e emergência, além de 10 na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Os quartos de enfermaria terão apenas 2 leitos e banheiro, proporcionando conforto e privacidade aos pacientes. Construída dentro dos mais modernos padrões de engenharia hospitalar, a UTI terá divisórias de vidro e não de pano, como na maioria dos hospitais, públicos ou particulares, e terão janelas para que os doentes não percam a noção de tempo, podendo mesmo em coma sentir a claridade do dia.

Com equipamentos de última geração, o hospital terá ainda serviços de diagnóstico por imagem, como ultrassonografia, radiologia, ecocardiograma e tomografia, além de elevador, estação de tratamento de esgoto e subestação própria de energia. Orçado em R$ 30 milhões, aproximadamente R$ 3 milhões correspondem à contrapartida da Prefeitura de Saquarema. Embora seja Municipal, ele será administrado em convênio com o Governo do Estado.

“É uma obra prioritária. O novo hospital vai mudar a realidade da assistência médico-hospitalar de Saquarema e dos municípios próximos, que serão beneficiados por uma estrutura hospitalar planejada para atender uma grande demanda”, falou a prefeita.

As obras deverão estar concluídas em novembro, quando se iniciará a fase de instalação dos equipamentos. Se tudo der certo, conforme o cronograma dos engenheiros, o hospital poderá ser inaugurado em janeiro de 2013. Um ânimo para o Dr. Côrtes que confessou estar muito bem impressionado com as instalações e confirmou após a visita: “será um hospital de ponta, onde poderão ser realizados procedimentos de alta complexidade”.

Compartilhe!
Palavras-chave:

Sobre o autor

A equipe do jornal O Saquá é formada por diversos jornalistas.