Senado homenageia mulheres com o prêmio Bertha Lutz

Os senadores Marta Suplicy e Inácio Arruda entregando o prêmio a Maria Prestes. Foto: Agência Senado

Os senadores Marta Suplicy e Inácio Arruda entregando o prêmio a Maria Prestes. Foto: Agência Senado

Sessão Solene do Congresso Nacional comemorou o Dia Internacional da Mulher, celebrado em 8 de março, agraciando com o Diploma Mulher-Cidadã Bertha Lutz, concedido pelo Senado a 5 mulheres que se destacaram no Brasil, no ano passado. A solenidade foi no Plenário do Senado Federal e conduzida pelo presidente José Sarney. A homenagem que já existe desde 2001, esse ano foi para a presidente da República, Dilma Rousseff, para Maria Prestes, ex-mulher do dirigente comunista Luiz Carlos Prestes, para a primeira senadora eleita da história do Brasil, Eunice Michiles, para a representante da Comissão Pastoral da Terra, Rosali Scalabrin e para a professora da Universidade Federal da Bahia, Ana Alice da Costa.

Em seu discurso, Dilma Rousseff afirmou que se sente honrada em receber o prêmio ao lado de “mulheres valorosas”. Também estiveram presentes à cerimônia o vice-presidente da República Michel Temer, a primeira vice-presidente do Senado, Marta Suplicy, a deputada Benedita da Silva, a ex-senadora Serys Slhessarenko, que propôs a instituição do prêmio e a 1ª vice-presidente da Câmara, Rose de Freitas, entre outras autoridades e convidados. A conquista do voto feminino, em 1932, foi uma bandeira defendida por Bertha Lutz. A eleição de Dilma Rousseff como presidente da República sobressae entre os avanços colecionados pelas mulheres brasileiras.

Compartilhe!
Palavras-chave:

Sobre o autor

A equipe do jornal O Saquá é formada por diversos jornalistas.