O bom retrospecto do Sampaio na Série B

 O Estádio Lourival Gomes, o Lourivalzão, no Tingui, onde treina o time  Sampaio Corrêa. Na foto, o jogo contra o Angra dos Reis,  quando o time de Saquarema ganhou por 3 x 0. Foto: Edimilson Soares

O Estádio Lourival Gomes, o Lourivalzão, no Tingui, onde treina o time Sampaio Corrêa. Na foto, o jogo contra o Angra dos Reis, quando o time de Saquarema ganhou por 3 x 0. Foto: Edimilson Soares

Mesmo só empatando os dois últimos jogos diante do Imperial, em Petrópolis (2×2), e do Goytagazes, no estádio Lourival Gomes (0x0), respectivamente pela quarta e quinta rodadas do returno da Série B do campeonato estadual, o Sampaio Corrêa chegou aos 22 pontos ganhos no total geral porque, anteriormente, nas três primeiras rodadas do returno, conquistou três vitórias consecutivas: 2 x 1 sobre a Audax, de virada, pois perdia por 1×0, goleada de 3×0 em cima do Angra dos Reis e 3×2 sobre o tradicional América, do Rio. Vale ressaltar que esse desempenho do Sampaio, invicto nas cinco primeiras rodadas do returno, coincide com a contratação do novo técnico Luís Antônio Zaluar.

Na disputa da Série B, cada turno compreende 10 rodadas e, as finais dos dois turnos, as cinco primeiras equipes colocadas em cada grupo avançam para a segunda fase acompanhadas por mais duas que se seguirem por critério técnico. Para avaliarmos a performance do Sampaio Corrêa, basta constatar que, se a competição terminasse na 5ª rodada do returno o time de Saquarema estaria garantido na segunda e decisiva fase por ocupar a quarta colocação no Grupo B, com os mesmos 22 pontos do Audax, que ficou em terceiro lugar por ter uma vitória a mais que o Sampaio, no critério de desempate. O primeiro colocado do Grupo B, a Portuguesa , teve 26 pontos ganhos e o São João da Barra, na vice-liderança, totaliza 25 pontos. Ou seja, apenas quatro pontos separam o Sampaio do líder do Grupo B, após a realização da 5ª rodada do returno.

Compartilhe!
Palavras-chave:

Sobre o autor

Marcelo Vignoli escreve sobre esporte para o jornal O Saquá.