Nova sede da AMEAS foi inaugurada com sessão de cinema e a presença marcante de Maria Prestes

As mulheres da AMEAS na inauguração da nova sede no Porto da Roça. (Fotos: Edimilson Soares)

As mulheres da AMEAS na inauguração da nova sede no Porto da Roça. (Fotos: Edimilson Soares)

A Associação de Mulheres Empreendedoras Acontecendo em Saquarema (AMEAS) inaugurou sua nova sede, na Avenida Saquarema, com uma sessão de cinema. O filme apresentado foi um documentário sobre a vida de Maria Prestes, viúva do senador e líder da famosa Coluna Prestes, Luiz Carlos Prestes, produzido pelo CEDIM, Conselho Estadual dos Direitos da Mulher. Após a exibição do filme, Maria Prestes conversou com as mulheres da AMEAS e convidadas, entre elas a secretária municipal da mulher, Rosângela Borges e a prefeita Franciane Motta.

O filme faz parte do Projeto Memória Viva, do CEDIM, órgão vinculado à Superintendência de Direitos da Mulher, da Secretaria Estadual de Assistência Social e Direitos Humanos do Rio de Janeiro. Realizado em 2011, o filme narra a trajetória da militante nordestina que foi para São Paulo trabalhar como segurança do chamado “Cavaleiro da Esperança”, como era conhecido o líder comunista Luiz Carlos Prestes, consagrado em livro pelo escritor Jorge Amado.

Prestes havia saído recentemente da prisão que o manteve encarcerado 9 anos, no governo Getúlio Vargas, o presidente do Brasil que enviou para morrer num campo de concentração na Alemanha nazista a primeira esposa Olga Benário, com quem Prestes teve a primeira filha, Anita. Apesar de ter sido eleito senador, Prestes foi obrigado a entrar na clandestinidade com a cassação do Partido Comunista, na frágil democratização do país, depois da Segunda Guerra Mundial. Foi nesta condição que conheceu Maria, num “aparelho”, uma casa do partido, em São Paulo.

Posteriormente exilada com seu marido e seus 9 filhos na antiga União Soviética, nos anos 70, depois do Golpe Militar de 1964, Maria, Prestes e parte da família só retornaram ao Brasil com o processo da Anistia, no início dos anos 80. Ao lado do governador Leonel Brizola, Prestes tornou-se então presidente de honra do PDT. Recentemente, Maria doou ao Arquivo Nacional vários documentos e fotografias referentes ao longo período de exílio na Europa e, nesta condição, acabou ganhando a capa de várias publicações, entre elas a Revista História, editada pela Biblioteca Nacional e Revista Domingo, do jornal O Globo.

A prefeita Franciane Motta, a convidada de Honra Maria Prestes e a secretária municipal da Mulher Rosângela Borges.

A prefeita Franciane Motta, a convidada de Honra Maria Prestes e a secretária municipal da Mulher Rosângela Borges.

Maria Prestes será homenageada pelo Senado Federal, em Brasília, no dia 13 de março, ao lado da presidente Dilma Rousseff e outras mulheres notáveis do país, em homenagem ao Dia Internacional da Mulher. O dia 8 de março que ficou marcada pelo assassinato de operárias de uma fábrica de tecidos nos Estados Unidos, que entraram em greve, no final do século XIX, contra as péssimas condições de trabalho, que incluíam uma jornada de 14 a 16 horas. Para tirar as mulheres que protestavam dentro da fábrica, os patrões atearam fogo na fábrica e 129 operárias morreram queimadas. Desde 1910, o Dia 8 de março é comemorado em homenagem às mulheres.

Na inauguração da nova sede da AMEAS, Maria Prestes fez a doação de livros e documentos à presidenta da AMEAS, Edna Calheiros, para constituir uma biblioteca da mulher. Antes do coquetel, a bailarina e coreógrafa Rita Daumas, leu um poema em homenagem às mulheres. E a professora Lina Barcellos, da Academia de Letras de Saquarema, foi convidada para colaborar na futura biblioteca da mulher, na AMEAS. Um dos destaques no documentário do CEDIM, sobre Maria Prestes, foi o depoimento da jornalista Dulce Tupy, falando da amiga e companheira de lutas, tanto no Rio, onde militaram juntas no Movimento de Mulheres do PDT, como em Saquarema, onde participaram da fundação da Associação de Moradores e Amigos de Barra Nova e da Federação de Moradores e Amigos de Saquarema, ambas presididas na época pelo jornalista Edimilson Soares.

A nova sede da AMEAS é na Av. Saquarema, 3.608, sala 101, no Porto da Roça. Tel. (22) 9986 6086. E-mail: ameasaqua@hotmail.com.

Compartilhe!
Palavras-chave:

Sobre o autor

A equipe do jornal O Saquá é formada por diversos jornalistas.