Vasco, Flu, Fla e Botafogo dão mole e Corínthians é campeão

Depois de 6 anos, quando se sagrou campeão, naquele polêmico campeonato de 2005 em que acabou beneficiado com a anulação de jogos, na maioria dos quais tinha perdido ou empatado, devido ao escândalo da manipulação de resultados atribuída aos jogos programados pela Loteria Esportiva, o Corínthians acaba de ser campeão brasileiro pela quinta vez. A equipe paulista fez um excelente primeiro turno, acumulando boa vantagem de pontos. Em seguida, sofreu um declínio de rendimento que Vasco, Botafogo, Fluminense e Flamengo não souberam aproveitar, com a perda daqueles pontos ditos “irrecuperáveis”, deixando escapar o tri consecutivo do Rio de Janeiro, já que Flamengo foi o campeão de 2009 e Fluminense de 2010. O Corínthians, então, reengrenou nas rodadas finais com determinação de quem queria ser campeão, ou melhor, pentacampeão. Tudo bem que o Corínthians não chegou a ser um time brilhante, mas teve consistência coletiva e boa dose de sorte, o que não pode faltar a um campeão.

Desta vez o Flamengo pifou exatamente na chegada. Mas, ao menos, garantiu vaga na pré-Libertadores como quarto colocado no Campeonato Brasileiro. O Botafogo prometia muito e acabou decepcionado, apesar do bom elenco, e foi o único dos quatro grandes do Rio de Janeiro que ficou fora da Libertadores. Já o Fluminense, após um primeiro semestre caótico, com a chegada do técnico Abel, fez ótima campanha no segundo turno, que culminou com um honroso terceiro lugar, além da vaga plena na Libertadores e a surpreendente recuperação de Fred, vice-artilheiro do campeonato, a um gol de Borges, do Santos. Entre os 4 grandes do Rio, a melhor temporada foi a do Vasco, que conquistou a Copa do Brasil e, por isso, vaga antecipada na Libertadores, além de semifinalista da Copa Sul-americana, que disputou simultaneamente com o Brasileiro, no qual foi vice-campeão.

Compartilhe!
Palavras-chave:

Sobre o autor

Marcelo Vignoli escreve sobre esporte para o jornal O Saquá.