Cedae inicia obras para implantar sistema de abastecimento de água em Jaconé

No trator com a prefeita Franciane e o presidente da Cedae Wagner Victer, inaugurando a obra de construção do reservatório de água no bairro que mais cresce na cidade

No trator com a prefeita Franciane e o presidente da Cedae Wagner Victer, inaugurando a obra de construção do reservatório de água no bairro que mais cresce na cidade. (Foto: Luis Winter)

O governador em exercício e presidente da Assembleia Legislativa, deputado Paulo Melo, deu início às obras da Cedae para implantação do sistema de abastecimento de água do bairro de Jaconé, no Terceiro Distrito, em Saquarema. Com investimento da ordem de R$ 8 milhões, as intervenções vão beneficiar cerca de 12 mil habitantes, que hoje não contam com sistema público de abastecimento de água e esgoto. Além do governador em exercício, participou da cerimônia a prefeita de Saquarema e esposa do deputado Paulo Melo, Franciane Motta, o presidente da Cedae, Wagner Victer, o secretário executivo do Comitê da Bacia Hidrográfica Lagos São João, Jayme Azulay, secretários, vereadores, empresários e lideranças comunitárias. Apesar da chuva os presentes não arredaram pé para ouvir a notícia do início da obra tanto da Cedae como da Prefeitura Municipal que vai construir no local um complexo escolar.

Em seu discurso, a prefeita Franciane Motta anunciou que a obra da cedae deve durar de 18 a 24 meses, para levar água encanada e saúde aos moradores de Jaconé que também vão ganhar um complexo escolar com 2.500 m2 de construção, 17 salas de aula, quadra coberta, vestiários, quiosque e área de lazer. O presidente da Cedae, Wagner Victer detalhou os investimentos da companhia: assentamento de 30 metros de tubulação de 300 milímetros de diâmetro, para a captação de água do Rio Roncador; construção de estação elevatória de água com fornecimento e instalação de 3 conjuntos de bomba que ficarão submersos; Estação de Tratamento de Água (ETA) para uma vazão de 150 mil litros/hora; fornecimento e assentamento de 100 metros de tubulação interligando a captação de água à ETA; construção de casa de química e de leito para secagem, estocagem e destinação final do lodo gerado no processo de tratamento.

Junto à nova ETA, a Cedae fará uma estação elevatória em prédio de alvenaria e concreto armado, onde serão instaladas as bombas. Será construído também reservatório com capacidade para 1 milhão de litros. A Cedae fornecerá e assentará ainda 2,4 mil metros de tubulação de 300 mm de diâmetro para implantar a adutora de água tratada e outros 24 km de tubulação com diâmetros entre 50mm e 20mm para as redes distribuidoras. Também serão feitas 2 mil ligações com hidrômetros e será desenvolvido programa de educação ambiental para a população local. Fruto da parceria entre Estado e União, através da Caixa, a obra está inserida no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). É mais um empreendimento alinhado com o abastecimento de água da região do COMPERJ, o Complexo Petroquímico da Petrobras, que está sendo construído em Itaboraí.

Compartilhe!
Palavras-chave:

Sobre o autor

A equipe do jornal O Saquá é formada por diversos jornalistas.